Jornal do Brasil

Domingo, 20 de Abril de 2014

Esportes

Manaus já prevê saia justa: "governador não quer os ingleses"

Portal Terra

Antes de o sorteio começar, representantes de Manaus admitiam abertamente não querer a presença da delegação da Inglaterra na cidade para a Copa do Mundo de 2014. Quis o destino, porém, que isso acabasse por acontecer. Inglaterra e Itália fazem um dos jogos mais aguardados da primeira fase, justamente, na capital do Amazonas.

Assim que o sorteio indicou a presença da Inglaterra no Grupo D, um sorriso amarelo brotou no rosto do grupo que trabalha para a organização de Manaus. "Isso permite muitas interpretações, mas não gostamos do que o treinador (Roy Hodgson) disse. O governador não quer os ingleses", disse uma representante da capital amazonense.

Toda a polêmica começou quando o técnico inglês, Roy Hodgson, disse que Manaus era "a sede a ser evitada" por conta da distância para as outras cidades, o forte calor e a umidade. O governo do estado emitiu nota de repúdio às declarações, chegando a afirmar que também não queria a Inglaterra, e sim uma seleção "com futebol melhor".

A repercussão foi tanta que Hodgson até se desculpou, dizendo que sua intenção não era ofender a cidade, mas apenas apontar as dificuldades para as seleções que jogarem no local. Inglaterra e Itália se enfrentam na Arena Amazônia em 14 de junho, às 22h, pela primeira rodada do Grupo D.

Se houve frustração com a Inglaterra, também teve espaço para celebração quando a bolinha indicou Portugal para Manaus. O jogo será contra os Estados Unidos, pelo Grupo G, e abre grandes possibilidades do ponto de vista comercial e cultural para serem explorados.

Tags: brasil, cháves, Copa, Fifa, Mundial, sorteio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.