Jornal do Brasil

Quarta-feira, 16 de Abril de 2014

Esportes

Rio Open traz Nadal de volta ao Brasil com preços mais populares

Portal Terra

O Brasil entra definitivamente no calendário principal do tênis mundial. O Rio Open desembarca em fevereiro do próximo ano no país como o único ATP 500 do circuito na América do Sul e com presenças já confirmadas do número 1 do mundo, o espanhol Rafael Nadal, e o espanhol David Ferrer, terceiro da lista. Thomas Belucci, uma das atrações, disse que vai ser ótimo jogar um torneio desse porte no Brasil.

"Acho que quando tiver um brasileiro em quadra, vai virar Copa Davis", comentou. O torneio vai ser disputado no Jockey Clube Brasileiro, de 15 a 23 de fevereiro, em quadras de saibro, curiosamente no momento em que a temporada de quadra rápida vai estar no auge. Além disso, o Rio Open vai distribuir cerca de US$ 1,3 milhão em prêmios.

Para Teliana Pereira, o torneio vai ser importante para motivar as meninas do país. "Só de pensar em jogar um torneio em casa fico nervosa", disse ela, após jogar 95% do ano de 2013 fora do país e ter alcançado o top 100 do ranking.

Os ingressos começam a ser vendidos a partir do próximo dia 13 e com preços que vão surpreender o público nacional. Nas sessões da manhã, o preço vai variar de R$ 20 a R$ 40. Nas sessões da noite, com os principais jogadores em quadra, os preços vão de R$ 60 a R$ 350 na final. Cada sessão dá direito aos três jogos da quadra central (com lugar marcado) e aos jogos das quatro quadras secundárias.

Atual número 1 do mundo, Nadal passou pelo Brasil nesta temporada logo em seus retornos às quadras. O espanhol disputou - e conquistou - o ATP 250 de São Paulo, o Brasil Open. Os ingressos do torneio paulistano variavam de R$ 15 (bilhetes mais baratos dos dois primeiros dias de competição) a R$ 300 (entradas mais caras para o dia da final). 

Além de Nadal, Ferrer e Belucci, estão confirmados também os brasileiros Bruno Soares, Marcelo Melo e Teliana Pereira. A chave completa de jogadores vai ser anunciada em 7 de janeiro. "Um ATP 500 é um evento que atrai os melhores do mundo e sendo no Rio atrai muito mais", disse Louis Carvalho, diretor do torneio.

Tags: melhores, Mundo, Nadal, tênis, Torneio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.