Jornal do Brasil

Segunda-feira, 21 de Abril de 2014

Esportes

"Manaus é a sede a ser evitada", diz técnico da Inglaterra

Portal Terra

O treinador Roy Hodgson não esconde a sua principal preocupação para o sorteio das chaves da Copa do Mundo de 2014: a cidade de Manaus. O comandante da seleção da Inglaterra não demonstra temer “grupo da morte” ou algum adversário em especial, mas quer, a todo custo, evitar partidas no Amazonas, por causa do clima local. As informações são do jornal The Guardian.

"As sedes me preocupam mais que os adversários", admitiu Hodgson. "Penso que as condições climáticas serão um problema para todos os times, mas principalmente para os europeus”, acrescentou. No entanto, a capital do Amazonas, em especial, é um local por onde a seleção inglesa não quer passar.

“O clima tropical de lá é um problema para todos, incluindo argentinos, chilenos e colombianos. Não sou um expert na região, mas, tendo em vista o que as pessoas me disseram, Manaus é a sede a ser evitada. Porto Alegre seria o lugar ideal. As chances aumentam se você conseguir condições climáticas mais agradáveis”, destacou o treinador.

Sede da Copa do Mundo localizada mais ao norte do território brasileiro, Manaus teve temperaturas máximas de 34ºC e mínimas de 23ºC durante o mês de junho de 2013, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A umidade relativa do ar no período sempre esteve acima do nível de 50% e, em vários momentos, atingiu 99%.

A Arena da Amazônia receberá quatro partidas da Copa do Mundo de 2014 – todas da primeira fase. Para evitar Manaus, a Inglaterra deve cair nos grupos B, C, F ou H.

Tags: arena, manaus, partidas, quatro, território

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.