Jornal do Brasil

Sábado, 19 de Abril de 2014

Esportes

Presidente do San José diz que morte de torcedor "mancha futebol brasileiro"

Portal Terra

O presidente do San José, Freddy Fernandez, foi mais um que se mostrou abalado com a morte do jovem torcedor Kevin Douglas Beltran Espada, 14 anos, durante o empate por 1 a 1, entre San Jose e Corinthians, em Oruro, na Bolívia. O dirigente disse que não tem dúvida que o disparo do artefato que matou o garoto saiu da torcida do Corinthians.

"Eu estava muito perto de onde tudo aconteceu. O artefato passou pelos nossos narizes e a polícia viu de onde saiu na hora, por isso não demorou a deter os suspeitos. Estamos seguros que saiu do local onde estavam os brasileiros", afirmou Fernandez à Rádio Bandeirantes. "A partida foi muito pacífica, mas lamentavelmente a torcida do Brasil fez uma desgraça, cometeu um crime. Estamos muito consternados e tristes com esta situação".

O presidente do San José disse ainda que pretende conversar com a diretoria do Corinthians na manhã desta quinta-feira. O dirigente disse que acompanhará de perto as investigações e conversará com o departamento jurídico do clube para saber quais medidas deverão ser tomadas. Para Fernandez, o incidente mancha a imagem do futebol brasileiro. "Não falamos com a diretoria do Corinthians, vou falar amanhã (hoje) de manhã. Não podemos passar por esta situação. O Corinthians é um time campeão mundial e essa situação mancha a imagem do futebol brasileiro". 

O garoto Kevin Douglas teve o olho direito alvejado pelo artefato e, segundo informações da estatal Agencia Boliviana de Información, chegou a perder massa encefálica no ataque, morrendo antes de chegar em um hospital da região. 

Tags: bolívia, jogo, menino, morte, Torcida

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.