Jornal do Brasil

Sexta-feira, 1 de Agosto de 2014

Esportes

A dois pontos da derrota, Federer vira contra francês e vai às oitavas

Portal Terra

O suíço Roger Federer esteve a dois pontos de ser derrotado e também deixar Wimbledon precocemente, como fez o espanhol Rafael Nadal na última quinta-feira. O terceiro do ranking saiu perdendo por 2 a 0 para o francês Julien Benneteau, 32º da ATP, mas conseguiu a vitória por 3 a 2, com parciais de 4/6, 6/7 (3-7), 6/2, 7/6 (8-6) e 6/1, e avançou às oitavas de final.

Na última quinta-feira, Nadal foi derrotado pelo checo Lukas Rosol em cinco sets na segunda rodada e cedeu a vice-liderança do ranking para Federer, independente do que aconteça em Wimbledon. Ele ainda pode ser líder caso conquiste o título.

Federer e Benneteau sacaram bem até o quinto game do primeiro set, quando o francês conseguiu a quebra e abriu 1 a 0. O suíço converteu um break point no início da segunda parcial, mas perdeu o serviço e o tie-break.

Ele elevou o nível do seu jogo no terceiro set, venceu 92% dos pontos disputados com o primeiro serviço e conseguiu duas quebras. Federer desperdiçou três break points na quarta parcial e não houve nenhuma quebra até o tie-break. No desempate, chegou a ficar a dois pontos da derrota, mas Benneteau cometeu um erro não forçado e o jogo ficou empatado.

O set decisivo começou com três confirmações de saque, mas Federer conseguiu dois break points. Logo no primeiro, acertou uma devolução de forehand no serviço de Benneteau e abriu 3 a 1.

Pela 33ª vez seguida, Federer chega às oitavas de final de um Grand Slam. Sua última derrota nesta fase de um dos quatro torneios mais importantes do circuito foi no Aberto dos Estados Unidos em 2003, para o argentino David Nalbandian.

Agora, o suíço enfrenta o belga Xavier Malisse, semifinalista de Wimbledon em 2002. Pelo circuito da ATP, nunca perdeu do 75º do mundo em nove duelos, mas tem em seu retrospecto uma derrota na Copa Davis em 1999.

Esta foi a quinta vez que Federer consegue a virada em um Grand Slam após sair perdendo de 2 a 0, sem contar a primeira rodada do Aberto dos Estados Unidos de 2000, pois o holandês Peter Wessels abandonou no quinto set.

Uma delas foi nesta ano, nas quartas de final de Roland Garros. Ele acabou eliminando o argentino Juan Martin Del Potro por 3 a 2, com parciais de 3/6, 6/7 (4-7), 6/2, 6/0 e 6/3. O sul-americano sofreu dores no joelho durante todo o torneio.

Tags: djokovic, federer, grama, Londres, rafael nadal, serena williams, tênis, wimbledon

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.