Jornal do Brasil

Esportes

STJD defere pedido do Atlético-MG e reduz preço de ingresso para o clássico

Jornal do Brasil

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) atendeu o pedido do Atlético-MG e reduziu o preço dos ingressos a torcedores do clube para o clássico diante do Cruzeiro, neste domingo, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro. O órgão ainda ordenou que o lado celeste entregue prontamente ao rival os bilhetes destinados aos visitantes.

Na última quinta-feira, os clubes se desentenderam ao definirem os detalhes da partida em reunião na Federação Mineira de Futebol (FMF). O Cruzeiro colocou o preço das entradas aos visitantes em R$240 (R$120 meia), na arquibancada superior, e R$150 (R$75 meia), na inferior, o que já gerou revolta da diretoria alvinegra.

Não bastasse esta atitude dos cartolas cruzeirenses, o Atlético-MG afirmou que os rivais não apresentaram os dados bancários para que o clube pudesse efetuar a compra dos ingressos, o que gerou atraso na comercialização aos torcedores. Restou ao clube alvinegro, então, adquirir as 460 entradas disponibilizadas pela Minas Arena.

O Atlético-MG divulgou nota oficial criticando e provocando o rival pela atitude. Paralelamente, entrou com pedido junto ao STJD para que o entrave dos ingressos fosse resolvido. E, nesta sexta-feira, teve o pedido deferido pelo presidente do órgão, Paulo César Salomão Filho.

"Na decisão, Paulo Salomão determinou que o clube mandante reduza o valor dos ingressos para o mesmo patamar dos disponibilizados para a torcida mandante. O presidente determinou ainda que a carga de ingresso seja entregue na sede do clube visitante até três horas após comprovação do pagamento sob pena de multa", explicou o STJD.

De acordo com a decisão do órgão todos os ingressos destinados à torcida do Atlético-MG deverão custar R$ 150 (R$ 75), "equivalente ao preço praticado pela agremiação requerida em alocação similar do estádio para seus próprios torcedores". E caso o Cruzeiro não entregue as entradas até três horas depois do pagamento feito pelo rival, terá que arcar com R$ 100 mil de multa por hora de atraso.

 



Recomendadas para você