Jornal do Brasil

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

País - Eleições 2014

Ibope: Dilma tem 37%, Marina, 33%, e Aécio, 15%

Em eventual segundo turno, Marina tem 46% e Dilma, 39%

Jornal do Brasil

Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (3) mostra Dilma Rousseff (PT) com 37% das intenções de voto e Marina Silva (PSB) com 33% na corrida para a Presidência da República. Aécio Neves (PSDB) tem 15% e Pastor Everaldo (PSC), 1%. Os outros sete candidatos somados acumulam 2%. Votos brancos e nulos somam 7%; indecisos, 5%.

O levantamento indica que, em um eventual segundo turno entre Dilma Rousseff e Marina Silva, a ex-senadora aparece com 46% e a atual presidente, com 39%. Já se o confronto for entre Dilma e Aécio, a candidata à reeleição venceria com 47%, contra 34% do tucano. O Ibope não simulou segundo turno entre Marina e Aécio. 

No levantamento anterior, do dia 26 de agosto, Dilma tinha 34%, Marina, 29%, e Aécio, 19%. Entre uma pesquisa e outra, a taxa de indecisos passou de 8% para 5%, e a de quem pretende votar em branco ou nulo se manteve em 7%.

O Ibope ouviu 2.506 eleitores em 175 municípios entre 31 de agosto e 2 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. 

>> Ibope: em SP, Marina tem 39%, Dilma, 23%, e Aécio, 17%

>> Datafolha: Dilma tem 35%, Marina, 34%, e Aécio, 14%

Rejeição

Dentre os 11 candidatos a presidente, Dilma Rousseff tem a maior taxa de rejeição: 31%. Aécio Neves tem 18%; Pastor Everaldo, 18%; Levy Fidelix, 12%; Marina Silva, 12%; Eymael, 11%; Zé Maria, 11%; Luciana Genro, 10%; Mauro Iasi, 10%; Rui Costa, 9%; Eduardo Jorge, 7%.

Avaliação do governo

A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma tem a aprovação de 36% dos eleitores. No levantamento anterior, divulgado no dia 26 de agosto, o índice era de 34%. O percentual de aprovação reúne os entrevistados que avaliaram o governo como "bom" ou "ótimo".

A pesquisa mostra ainda que o índice dos que consideram o governo "ruim" ou "péssimo", é de 26% (27% no levantamento anterior). Consideram o governo "regular" 37% (na pesquisa anterior, 36%).

Tags: 2014, campanhas, candidatos, Eleições, sucessão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.