Jornal do Brasil

Domingo, 26 de Outubro de 2014

País - Eleições 2014

El País: No primeiro debate na TV, Marina sai ilesa dos ataques entre candidatos

Jornal do Brasil

No mesmo dia em que uma pesquisa eleitoral mostrou que Marina Silva ganharia Dilma Rousseff em um hipotético segundo turno, aconteceu o primeiro debate televisionado entre os candidatos. Em reportagem publicada no jornal espanhol El País nesta quarta-feira (27), o jornal diz que, entre os ataques do debate da última terça (26), Marina conseguiu se desvencilhar, já que os candidatos insistiram na dualidade PT x PSDB.

 “Marina disse que o Brasil que Dilma apresenta é quase cinematográfico, enquanto Aécio Neves, que está em terceiro lugar nas pesquisas, seguiu na mesma linha. Já Dilma, preferiu falar de seu próprio governo e atacar o partido de Aécio”, publicou o jornal. Dilma fez um paralelo entre Aécio e Fernando Henrique Cardoso, dizendo que o PSDB “cortou salários e aprovou tarifas e quebrou o país três vezes”.

>>Ibope: Marina abre 10 pontos sobre Aécio e venceria Dilma no 2º turno

>>Candidatos a presidente da República participam de primeiro debate na TV

O jornal ressaltou que Dilma não fez muitas referências ao seu mentor Luiz Inácio Lula da Silva. “Dilma tratou de mostrar certa liberdade e só citou-o uma vez”, disse a publicação. Uma das poucas críticas que Marina recebeu veio de Aécio. Ele criticou que não via coerência no discurso da candidata sobre a “nova política” que ela tanto fala, no sentido de combater a polarização PT X PSDB. Aécio questionou sua pouca força de mobilização e ela respondeu que “quer governar ao lado de bons políticos sejam de quais partidos forem”, segundo o El País.

Os temas mais polêmicos vieram através dos candidatos menos populares. Eduardo Jorge, do Partido Verde, defendeu a legalização das drogas e descriminalização do aborto. Luciana Genro, do Psol insistiu na questão da homofobia. Já Pastor Everaldo do PSC, defende a redução da maioridade penal. 

Tags: #eleições2014, Aécio, debate, dilma, Eleições, Marina, PSDB, PT

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.