Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Dezembro de 2014

País - Eleições 2014

Ibope: Marina abre 10 pontos sobre Aécio e venceria Dilma no 2º turno

Jornal do Brasil

A primeira pesquisa Ibope após a morte de Eduardo Campos, e divulgada nesta terça-feira pela GloboNews, confirmou o crescimento de Marina Silva, como o JB tinha divulgado nesta segunda-feira. A candidata do PSB à Presidência tem 29% dos votos e se isolou na segunda colocação, cinco pontos porcentuais atrás da presidente Dilma Rousseff (PT), que ainda lidera sozinha, com 34%. Aécio Neves (PSDB) está com 19%, em terceiro lugar. No entanto, a pesquisa estimulada mostra que em um eventual segundo turno, Marina seria a vencedora.

Pastor Everaldo (PSC) tem 1% das intenções de voto estimuladas, o mesmo porcentual de Luciana Genro (PSOL). Os outros candidatos não chegaram individualmente a 1%, mas juntos somam 1%. 

Os votos brancos e nulos chegam a 7%. Não sabem em quem votar, 8%. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos porcentuais, para mais ou para menos. 

Segundo turno

Na simulação de segundo turno, Marina seria eleita com 45%, contra 36% de Dilma. Votos brancos e nulos chegariam a 9%; não sabem, 11%.

Contra Aécio, Dilma ainda seria reeleita: 41% a 35%. Nesse cenário, há mais indecisos e eleitores que anulariam: 12% em cada grupo.

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea, quando se pergunta ao eleitor a intenção de voto, Dilma segue na liderança, com 27%. Marina chega a 18%, e Aécio tem 12%. O número de eleitores indecisos nessa modalidade despencou de 43% para 28%, em relação à pesquisa anterior do Ibope, de 6 de agosto.

Rejeição

Dos três primeiros colocados, Marina tem a menor rejeição. Apenas 10% dizem que não votariam nela de jeito nenhum, contra 36% que não votariam em Dilma, e 18% que rejeitam Aécio. Destacam-se ainda a rejeição ao Pastor Everaldo (14%) e a Zé Maria (PSTU), que tem 11%. Os demais candidatos têm menos de 10% de rejeição.

Avaliação do governo

A avaliação do governo Dilma permanece estável em relação à última pesquisa. Os que acham a gestão petista ótima ou boa oscilaram dois pontos para cima, de 32% para 34%. Já os que consideram o governo ruim ou péssimo passaram de 31% para 29%. A taxa de regular foi de 35% para 36%. E outros 2% não souberam responder.

O Ibope fez 2.506 entrevistas, entre os dias 23 e 25 de agosto, em 175 municípios de todas as regiões do Brasil. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral.

Esta é a segunda pesquisa eleitoral após a morte de Eduardo Campos, que concorria ao Planalto pelo PSB.

Na levantamento divulgado pelo Datafolha na semana passada, Marina e Neves amargavam um empate técnico: ela com 21% das intenções de voto e ele com 20%.

Dilma largava na frente com 36% das intenções de voto. No entanto, em um eventual segundo turno com Marina, a atual presidente ficaria com 43% das intenções de voto e a candidata do PSB, com 47%  - o que configura um empate técnico, segundo o Datafolha. 

Tags: 2014, campanhas, candidatos, Eleições, sucessão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.