Jornal do Brasil

Quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

País - Eleições 2014

TRE-RJ: decisão de chamar tropas federais depende do governador

Jornal do Brasil

A presença de tropas federais nas eleições de outubro deve ser decidida na sessão plenária de quarta-feira (27), pois depende de manifestação oficial do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB). O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro, desembargador Bernardo Garcez, explicou que se trata de um dos critérios exigidos pelo Tribunal Superior Eleitoral, em respeito à autonomia federativa. 

"A responsabilidade constitucional da segurança da população é do governador, que deve se expressar com clareza", disse. A possível convocação de tropas federais atende a uma proposta do desembargador eleitoral Fábio Uchôa e do Ministério Público Eleitoral, que se reuniram com a secretaria de Segurança.

"Determinei que o ofício fosse entregue no gabinete do governador, pois a resposta sobre segurança dos eleitores não pode ser de um subalterno", criticou Garcez. A deliberação do plenário na próxima quarta terá ainda como base a cópia do relatório obtido pelo desembargador Uchôa, que aponta a existência de "mais de 30 áreas críticas". 

O relatório, segundo ele, cita problemas na capital, em Niterói e na Baixada. Uchôa antecipou que o relatório "demonstra a necessidade de convocar as tropas federais". O presidente do TRE-RJ lembrou, porém, que as eleições sempre foram marcadas por trocas de acusações entre candidatos, "criando uma situação de expectativa em relação à segurança", concluiu o desembargador Garcez.

Tags: 2014, campanhas, candidatos, Eleições, sucessão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.