Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

País - Eleições 2014

PT prepara comício para medir forças com PSDB no RS 

Portal Terra

O PT e seus aliados no Rio Grande do Sul usam com força as redes sociais para transformar o comício da noite desta sexta-feira em Porto Alegre em um megaevento de campanha. Facebook, Twitter e WhatsApp estão sendo utilizados para estimular a participação dos usuários, que são incentivados a usar as redes para enviar depoimentos, fotos e vídeos falando sobre sua participação. 

As confirmações feitas até o início da tarde desta sexta-feira indicam a presença de mais de 10 mil pessoas. Segundo o coordenador da campanha da presidente Dilma Rousseff (PT) à reeleição no Estado, Ary Vanazzi, em 2010 não aconteceu nenhum comício de Dilma com a proporção deste. “Acho que um número assim de pessoas, caso se confirme mesmo, só tivemos em uma das eleições do Lula”, compara.

Dilma, que está no Rio Grande do Sul desde a noite de quinta-feira e, durante a manhã permaneceu em casa, tem uma agenda de rua nesta tarde. Ela chegará de helicóptero na Estação Santo Afonso do Trensurb (o trem de superfície que liga Porto Alegre à cidade de Novo Hamburgo, na região Metropolitana), em São Leopoldo. De lá, segue de trem até Novo Hamburgo, onde dará uma entrevista coletiva, no Centro de Eventos Fenac. O objetivo da agenda, além do contato com eleitores, é gravar cenas para o programa eleitoral na TV.

Após a coletiva, Dilma retorna a Porto Alegre para o comício, que será o de abertura de sua campanha em solo gaúcho. O evento vem sendo organizado há mais de 30 dias por petistas e petebistas. No RS, os petebistas são conhecidos por sua capacidade de mobilizar a militância e trabalharam forte para ‘encher’ o evento. O PTB, que nacionalmente desistiu de apoiar Dilma e optou pelo tucano Aécio Neves (PSDB) no Estado integra o governo Tarso e manteve a adesão ao palanque da petista.

A organização optou por transferir o ato, que inicialmente aconteceria dentro do Gigantinho (o ginásio do complexo do estádio Beira-Rio) para o estacionamento do local. Oficialmente, a mudança aconteceu de forma a abrigar todo o público esperado, já que o Gigantinho tem capacidade para 5 mil pessoas.

Mas Vanazzy admite que a realização de um grande evento a céu aberto também pretende evidenciar a proximidade de Dilma com a militância e a população. “Tem toda a questão da motivação, que é muito importante”, completa. O PT quer ainda superar o ato realizado no início de agosto pela candidatura da senadora Ana Amélia Lemos, principal adversária do governador Tarso Genro (PT) na disputa pelo governo estadual. A participação ilustre do ato do PP foi a de Aécio. No RS, o PP apoia a candidatura do senador para presidente.

Como organizava o evento para que servisse como uma demonstração de força das candidaturas no Estado, o comando da campanha petista no Rio Grande do Sul já estimava um público superior à capacidade do Gigantinho. Por isso, foram instaladas inicialmente estruturas externas que abrigariam telões. Agora, com a transferência de todo o evento para a área externa, trabalhadores adaptam as estruturas e montam o palco.

As imagens do comício também serão usadas no programa na TV. A equipe da presidente trabalha ainda com a possibilidade de gravar cenas na BR-448, entre a Capital e a cidade de Sapucaia do Sul, construída em seu governo. No sábado, as gravações devem acontecer junto ao porto da cidade de Rio Grande, na região Sul do Estado. Antes, pela manhã, Dilma se encontra em Porto Alegre com prefeitos.

Tags: 2014, campanha, candidatos, Eleições, sucessão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.