Jornal do Brasil

Quarta-feira, 17 de Dezembro de 2014

País - Eleições 2014

PSB oficializa chapa Marina Silva X Beto Albuquerque à Presidência

Jornal do Brasil

O PSB oficializou na noite desta quarta-feira (20) a chapa Marina Silva X Beto Albuquerque à Presidência da República, uma semana após o acidente aéreo que matou o então candidato Eduardo Campos.

O nome de Albuquerque para vice foi anunciado terça-feira e ganhou força pela proximidade com Eduardo Campos e Marina Silva, além de ter se empenhado pela candidatura própria do partido e ter a simpatia do setor do agronegócio, onde Marina enfrenta resistência.

Outro fator que pesou na escolha de Beto Albuquerque é o fato de ele ser um nome de forte identificação com o partido. Dirigentes da legenda reconhecem que com a morte de Eduardo Campos, a cabeça de chapa fica com a Rede Sustentabilidade, partido que Marina ainda não conseguiu viabilizar. A ex-senadora se filiou temporariamente ao PSB, a convite de Campos, enquanto não consegue registrar sua própria legenda.

>> Vice sugere que Marina sofre preconceito por ser negra 

Com a entrada de Marina na cabeça da chapa, o porta-voz da Rede Sustentabilidade, Walter Feldman, substituirá Bazileu Margarido, da Executiva Nacional do projeto partidário de Marina, que vai para o comitê financeiro. Carlos Siqueira, primeiro-secretário do PSB, participará da coordenação junto de Feldman.

Beto Albuquerque disse nesta quarta-feira que Marina e ele serão fiéis aos compromissos do PSB e aos projetos de Miguel Arraes, ex-governador de Pernambuco, ex-dirigente do partido e avô de Eduardo Campos. "Marina vai cumprir os acordos firmados pelo ex-governador Eduardo Campos. Marina e Beto não vão fazer o que querem. Vão fazer o que Brasil exige e precisa, e o que o povo quer. Isso está expresso no nosso programa de governo. E este é o nosso compromisso", afirmou o deputado.

Beto Albuquerque disse que irá trabalhar e honrar todos os compromissos e acordos feitos por Campos. "Vamos andar pelo Brasil nestes 47 dias de campanha e pregar nosso programa de governo", acrescentou.

Tags: 2014, Eleições, país, PSB, sucessão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.