Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

País - Eleições 2014

PR: após declaração 'zerada', Justiça faz Richa entregar contas

Portal Terra

Cumprindo determinação da Justiça Eleitoral, em ação proposta pela coligação da candidata Gleisi Hoffmann (PT), a coligação Todos Pelo Paraná, do governador Beto Richa (PSDB), candidato à reeleição, entregou ao Tribunal Regional Eleitoral a atualização de sua prestação de contas no primeiro mês da campanha. Segundo TRE, os dados já foram recebidos e processados, sendo remetidos à Procuradoria Regional Eleitoral. Até quarta-feira deverão estar disponíveis para consulta.

A prestação de contas após o prazo atende decisão do final de semana da juíza Renata Estorilho Baganha que determinou que, no prazo máximo de 48 horas, o governador apresentasse os valores arrecadados e gastos por sua campanha no primeiro mês, após a prestação de contas oficial da campanha ter declarado não ter havido receita nem despesa no mês de julho.

A juíza acatou a ação de Gleisi, entendendo que Beto Richa contratou despesas de campanha. “Verifico pela documentação acostada aos autos, que houve despesas contratadas pelos representados. Houve um descumprimento do dever legal de prestar contas parciais pelos representados, do que, por si só, decorre a quebra dos princípios de isonomia e transparência necessária à Democracia e à condução do pleito eleitoral, o que ocasiona a ausência de igualdade de oportunidade entre os candidatos”, escreveu a juíza no despacho.

Para comprovar que Richa havia realizado gastos no primeiro mês de campanha, a assessoria jurídica de Gleisi apresentou adesivos, panfletos, fotos e notícias veiculadas na internet que mostram o governador inaugurando comitês e participando de eventos de campanha em diversas regiões do Paraná.

Em nota, a equipe de Richa manteve a versão de que não houve gastos e nem arrecadação no período entre 5 e 28 de julho, data de abrangência da primeira prestação de contas, entregue “zerada” pelo comitê financeiro da campanha. A movimentação financeira que consta na nova prestação de contas, informa a campanha, corresponde a receitas e despesas ocorridas entre 1 e 9 de agosto. 

Tags: 2014, Eleições, estadual, paraná, sucessão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.