Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Dezembro de 2014

País - Eleições 2014

Garotinho desvia de barricadas e faz campanha na Baixada

Portal Terra

O deputado federal e candidato do PR ao governo do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, visitou nesta quinta-feira o conjunto habitacional Parque das Missões, no município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O candidato caminhou com os moradores por dentro do conjunto, construído quando foi governador, e, em vários momentos, desviou de barricadas colocadas pelo tráfico na comunidade.

Questionado sobre os obstáculos, disse não ter reparado, mas afirmou que é preciso combater o “poder paralelo” e criticou o governo de Luiz Fernando Pezão (PMDB) pelo crescimento das milícias. “Qualquer tipo de poder que não é o poder do Estado deve ser combatido. As milícias cresceram muito no governo (Sérgio) Cabral”, afirmou ele, se referindo à gestão de Cabral, que assumiu o governo em 2007 e deixou o cargo para o vice, Luiz Fernando Pezão, em abril deste ano para disputar uma vaga no Senado, o que não se confirmou. 

Às margens da rodovia Washington Luiz, o conjunto habitacional carece de infraestrutura. Há asfalto, mas as casas estão deterioradas e a coleta de lixo é precária. Segundo Garotinho, todas as moradias foram entregues com asfalto, água e esgoto e a má conservação tem relação com a má gestão dos serviços que deveriam ser realizados pela prefeitura, entre outros órgãos. “Infelizmente a creche e escola estão abandonadas”, afirmou.

Segundo Garotinho, há no Estado do Rio cerca de 200 mil famílias sem moradia que vivem com até três salários mínimos, como era, segundo ele, o caso dos moradores do Parque das Missões. O deputado prometeu, caso seja eleito, construir 40 mil casas para pessoas nessas condições. “Ao menos as pessoas que viviam em barracas agora têm casas, uma vida digna. Se não é Copacabana é um local decente para se viver”, afirmou.

Garotinho está tecnicamente empatado com os candidatos Luiz Fernando Pezão (PMDB), Marcelo Crivella (PRB), segundo a última pesquisa realizada pelo Ibope a pedido da TV Globo divulgada no dia 30 de julho. O deputado federal tem 21% das intenções de voto, Marcelo Crivella (PRB) tem 16% e Pezão, candidato à reeleição, tem 15%. Como a margem de erro é de três pontos percentuais, eles estão tecnicamente empatados.

Candidato do PT, o senador Lindberg Farias tem 11% das intenções de voto. Dayse Oliveira, do PSTU, aparece com 2% das intenções, e Ney Nunes (PCB) e Tarcísio Motta (Psol), com 1% das intenções de voto. Brancos e nulos somam 21%, e não sabe ou não respondeu, 12%. 

Tags: 2014, Eleições, estadual, Rio, sucessão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.