Jornal do Brasil

Terça-feira, 16 de Setembro de 2014

País - Eleições 2014

Em comício, Dilma garante que inflação está sob controle

Agência Brasil

A candidata à reeleição a presidente, Dilma Rousseff (PT), participou hoje (1º), em Montes Claros (MG), do seu primeiro comício ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desde que a campanha eleitoral começou. Em discurso, Dilma disse novamente que há uma tentativa de explorar o discurso do “caos” a respeito de seu governo.

Dilma também pediu que as pessoas presentes não acreditem que o Brasil passa por uma crise “na proporção em que eles falam.” “Estamos em ano eleitoral e muita gente usa de falsidades, mentiras e desinformação para criar a situação do quanto pior, melhor,” disse. Segundo a candidata, a inflação está sob controle. Ela também disse que, durante os governos petistas, a renda do trabalhador cresceu em termos reais.

Dilma prometeu ampliar os recursos para a capacitação profissional e citou o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). “Os bons cursos de formação profissional eram pagos e eram caros. Hoje o governo paga os cursos e eles são gratuitos para todos os brasileiros que querem cursar,” disse. Segundo a candidata, até o momento, foram capacitados 8 milhões de pessoas. A candidata prometeu que, em um segundo governo, o programa atenderá a 12 milhões de pessoas.

Dilma prometeu ainda melhorar o atendimento no Programa Mais Médicos, trazendo médicos especialistas e agilizando exames laboratoriais. “Nós queremos que seja mais rápido, para dar um atendimento com qualidade”, disse.

A candidata também comentou sobre as denúncias, feitas pelo jornal Folha de S.Paulo, de que o candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, teria usado dois aeroportos irregulares em Minas Gerais. Os aeroportos ficam nas cidades de Cláudio e Montezuma e, segundo o jornal, beneficiaram propriedades de parentes de Aécio e são considerados irregulares pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Hoje, o Diretório Nacional do PT entrou com pedido para que a Procuradoria-Geral da República (PGR) investigue a conduta do senador mineiro. 

“Vocês viram a Copa do Mundo. Antes da Copa do Mundo começar, o que falavam: não vai ter Copa e, se tiver, vai ser um caos. Aconteceu que nós fizemos a melhor Copa de todos os tempos: aeroporto funcionou; aeroporto de qualidade para o povo brasileiro... É obvio que sem chave, foram aeroportos em que todo o mundo pode entrar,” disse.

Além do ex-presidente Lula, participaram do evento o candidato a vice-presidente Michel Temer (PMDB), o candidato ao governo de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), e seu vice, Antônio Andrade (PMDB). O comício também serviu para lançar a candidatura de Josué de Alencar (PMDB) ao Senado por Minas Gerais. Filho do ex-vice-presidente José de Alencar (morto em 2011), Josué concorre pela primeira vez a um cargo eletivo.

Principal cabo eleitoral de Dilma, Lula começou o discurso falando de quando conheceu o ex-vice-presidente José Alencar e disse que acredita “no destino.” Para o ex-presidente, a vitória do PT em 2002 foi possível porque Alencar conseguiu acalmar os empresários que desconfiavam do partido. “Quando José Alencar entrou [na campanha] é como se fosse o time da Alemanha contra o Brasil,” disse.

Lula também disse que teve o mesmo pressentimento de destino com Dilma. “Foi a companheira que me deu a tranquilidade para poder dormir, porque sabia que tinha alguém comigo pensando neste país”, disse.

Tags: eleitoral, governos, Lula, petistas, rousseff

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.