Jornal do Brasil

Segunda-feira, 25 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Economia

Depois de dois dias de quedas, ações da BRF sobem 4,2%

Jornal do Brasil

Depois de dois dias em queda, as ações da BRF fecharam em alta nesta quarta-feira na Bolsa. Os papéis ordinários subiram 4,23%, para R$ 25,16. A BRF é o principal alvo da Operação Trapaça, deflagrada no início da semana pela Polícia Federal. O ex-presidente global da companhia, Pedro de Andrade Faria, foi preso e a empresa chegou a perder R$ 5 bilhões de valor de mercado somente na segunda-feira.

Em meio às denúncias, a agência de classificação de risco Moody's rebaixou o rating da BRF de Ba1 para Ba2, e manteve a perspectiva negativa para a nota. A agência justificou a decisão com a fragilidade no perfil de crédito da companhia, e a expectativa de que o nível de alavancagem continuará alto pelos próximos trimestres.

A companhia, que vem de dois anos seguidos de resultados negativos, deve votar no dia 26 de abril pela mudança no conselho de administração. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Estadão Conteúdo



Tags: ações, carne, cidades, governo, investigações, mercado, prisão, repercussão

Compartilhe: