Jornal do Brasil

Terça-feira, 24 de Abril de 2018 Fundado em 1891

Economia

Petróleos fecham em queda pressionados por expectativa de decisão da Opep

Jornal do Brasil

Os contratos futuros dos barris de petróleo negociados em Londres e Nova York  fecharam em baixa nesta terça-feira (12), apesar do Brent ter alcançado o patamar de US$ 65 durante a manhã, atingindo seu maior nível desde junho de 2015 uma vez que a interrupção no funcionamento de um oleoduto no Mar do Norte elevou preocupações de uma escassez na oferta.

O barril de Brent para fevereiro, negociado na International Exchange Futures (ICE), em Londres, recuou 2,08%, a US$ 63,34 por barril. O barril de WTI para entrega em janeiro, negociado no New York Mercantile Exchange (Nymex), em Nova York, caiu 1,47%, a US$ 57,14.

O oleoduto Forties, o maior do Reino Unido com capacidade de 450.000 barris por dia, teve suas operações interrompidas na segunda-feira após rachaduras terem sido descobertas.

O oleoduto transporta cerca de 40% do petróleo do Mar do Norte britânico, a maior capacidade de transporte do Reino Unido, cerca de 450.000 barris por dia.

Analistas ainda acreditam que o período do Natal será um momento decisivo para o mercado, visto que os investidores aguardam os dados dos estoques dos EUA e a decisão política monetária do Federal Reserve, banco central americano, para saber como será o andamento do petróleo em 2018. Além disso, há ainda o monitoramento dos cortes de petróleo liderado pelos membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

Às 14h21, o barril de Brent recuava 0,77%, a US$ 64,19. Já o barril de WTI operava em baixa de 0,64%, a US$ 57,62.



Tags: alta, baixa, brent, canadá, commodity, cotação, encerramento, energia, fechamento, irã, londres, ny, petróleo, wti

Compartilhe: