Jornal do Brasil

Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Economia

'Bloomberg': Antes lobos solitários, mineradoras agora querem dividir riscos

Abordagem mais cautelosa é consequência da experiência do colapso das commodities 

Jornal do Brasil

Matéria publicada nesta sexta-feira (11) pela Bloomberg conta que os apostadores impetuosos abundam no negócio da mineração, onde bilhões são gastos na busca por filões em alguns dos lugares mais inóspitos do planeta. 

A reportagem explica que a prolongada queda dos metais e os grandes prejuízos com projetos individuais anteriores estão tornando as principais produtoras avessas aos riscos.

“A indústria da mineração perdeu a coragem”, afirmou Mark Bristow, CEO da Randgold Resource, uma produtora de ouro na África com ações negociadas em Londres. 

“A nova moda são as joint ventures. Isso é muito estranho no caso das grandes mineradoras. Elas deveriam estar tranquilas em relação às suas capacidades.”

Bloomberg avalia que neste momento de recuperação dos preços — que ajuda a viabilizar novamente os novos projetos –, produtoras de metais como Anglo American, BHP Billiton e Rio Tinto buscam parceiras para dividir o risco de investimento em vez de apostarem sozinhas como antes. 

De acordo com o noticiário a abordagem mais cautelosa é uma consequência da experiência de quase-morte do colapso das commodities em 2015 e também poderia limitar a recompensa para os acionistas durante um rali dos metais.

A mudança para um financiamento mais conservador surge em um momento em que o setor enfrenta um dilema central: a maioria das minas mais ricas em lugares mais seguros ou acessíveis já foram encontradas e construídas, aponta Bloomberg. Com isso, as empresas estão cada vez mais buscando desenvolver depósitos de minerais de menor qualidade e que podem estar em países de maior risco, conclui.

“Elas precisam investir mais para produzir menos”, disse Rob Crayford, gerente de fundo da New City Investment Managers, da CQS Asset Management, em Londres. “Muitos dos projetos existentes por aí não são tão bons assim.”

> > Bloomberg

Maioria das minas mais ricas em lugares mais seguros ou acessíveis já foram encontradas e construídas, aponta Bloomberg
Maioria das minas mais ricas em lugares mais seguros ou acessíveis já foram encontradas e construídas, aponta Bloomberg

Tags: ações, brasil, comércio, economia, estados unidos, fgts, impostos, interncional, mercado, recessão, tecnologia, temer, trump

Compartilhe: