Jornal do Brasil

Quinta-feira, 22 de Junho de 2017

Economia

Petróleo firma movimento de alta nesta segunda-feira

Jornal do Brasil

Os barris de petróleo firmaram movimento de alta nesta segunda-feira (19), depois de oscilar entre movimentos de ligeira alta e baixa. O mercado segue atento ao aumento na atividade de perfuração dos Estados Unidos e seu impacto nos esforços que têm sido feitos pela Opep e outros países como a Rússia para lidar com a desvalorização da commodity. 

Às 9h47, o barril de Brent para agosto negociado na International Exchange Futures (ICE), em Londres, tinha alta de 0,08%, a US$ 47,41. Já o barril de WTI para entrega em agosto, negociado no New York Mercantile Exchange (Nymex), em Nova York, registrava avanço de 0,02%, a US$ 44,98.

Às 11h47, o petróleo do Mar do Norte já registrava alta de 0,42%, a US$ 47,57; enquanto o crude do Texas avançava 0,27%, a US$ 45,09.

A esperada reunião da Opep do dia 25 de maio concretizou a extensão do acordo firmado pelo cartel por mais nove meses, até março de 2018. O aumento na produção de países que não participam do pacto como a Líbia e o avanço da produção nos Estados Unidos, contudo, colocam dúvidas sobre o potencial do plano.

Os barris de petróleo, que custavam em torno dos US$ 100 até o final de 2014, chegaram abaixo de US$ 30 no ano passado, devido ao excesso de oferta global. 

Tags: Arábia Saudita, barril, BRENT, commodities, crude, Estados Unidos, geopolítica, irã, Opep, Petróleo, texas, WTI

Compartilhe: