Jornal do Brasil

Sábado, 29 de Abril de 2017

Economia

Petróleo fecha em queda nesta segunda-feira

Jornal do Brasil

Os contratos futuros dos barris de petróleo negociados em Londres e Nova York fecharam em baixa nesta segunda-feira (20), com a produção de óleo de xisto norte-americano ainda alimentando preocupações com o excesso mundial da oferta da commodity.

O barril de Brent perdeu 14 centavos, cotado a US$ 51,62, enquanto o contrato de WTI para entrega em abril caiu 56 centavos a US$ 48,22 por barril.

No final da última semana, dados divulgados pela Baker Hughes, empresa fornecedora de serviços a campos de petróleo, revelaram que aumentaram o número de sondas de extração de petróleo ativas no país. Na última semana mais 14 sondas foram colocadas em funcionamento, o nono aumento semanal seguido.

O acordo entre os produtores da OPEP em novembro do ano passado para reduzir a produção em quase 1,8 milhão de barris por dia para 32,5 milhões nos primeiros seis meses de 2017, ainda teve pouco impacto nos estoques até o momento, que em janeiro registraram alta para 278 milhões de barris acima da média de cinco anos, de acordo com relatório da organização.

Uma reunião entre ministros da área de energia dos países produtores deve ser realizada no Kuwait dia 26 de março, para rever a conformidade com o acordo de produção e discutir se os cortes devem ser estendidos para além de junho.

Às 10h34 (de Brasília), o petróleo WTI para maio, contrato mais líquido, caía 1,12%, a US$ 48,76 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex). No mesmo horário, o Brent para maio registrava baixa de 0,85%, a US$ 51,32 o barril, na ICE.

Às 14h46, o barril de Brent tinha queda de 0,14%, a US$ 51,69. No mesmo horário, o barril de WTI tinha queda de 0,65%, a US$ 48,99.  

Tags: barris, Opep, Petróleo, preço, queda

Compartilhe: