Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Economia

Peic: Independentemente da renda, famílias estão mais endividadas em agosto

Jornal do Brasil

Dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), mostram que o percentual de famílias brasileiras com dívidas passou de 63%, em julho, para 63,6% este mês – uma alta de 0,06%. Na comparação anual, o percentual passou de 63,1% (em agosto de 2013) para 63,6% – um avanço de 0,05%. Desde fevereiro de 2014 não era observada alta no indicador anual. 

Na comparação mensal, o aumento do número de famílias endividadas deu-se nos dois grupos de renda pesquisados: famílias com renda até dez salários mínimos e famílias com renda maior que dez salários mínimos. Para as famílias que ganham até dez salários mínimos, o percentual de famílias com dívidas foi de 64,8% em agosto, ante 64,3% registrados em julho. Para as famílias com renda acima de dez salários mínimos, o percentual de endividadas passou de 57,0%, em julho, para 57,6% em agosto. “Apesar da moderação observada no consumo das famílias, o crescimento de algumas modalidades de crédito, sobretudo o financiamento imobil iário, tem mantido o nível de endividamento em patamares elevados”, afirma Marianne Hanson, economista da CNC.

Entretanto, a proporção das famílias que se declararam muito endividadas ficou praticamente estável entre os meses de julho e agosto deste ano – de 11,9% para 11,8% do total de famílias. Na comparação anual houve redução de 1,5 ponto percentual nesse indicador. Ainda na comparação entre agosto de 2013 e agosto de 2014, a parcela que declarou estar mais ou menos endividada passou de 23,8% para 24,8%, e a parcela pouco endividada passou de 25,9% para 27,0% do total dos endividados. E o cartão de crédito segue como um dos principais tipos de dívida, apontado por 75,8% das fam&iacut e;lias endividadas, seguido por carnês, para 17,0%, e, em terceiro, por financiamento de carro, para 13,4%.  

Tags: brasil, cnc, dívida, economia, pesquisa

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.