Jornal do Brasil

Quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

Economia

Índice de Confiança do Consumidor paulistano apresenta leve recuperação

Agência Brasil

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) da cidade de São Paulo apresentou ligeira recuperação, em agosto, com crescimento de 0,9% sobre julho ao atingir 110,5 pontos. Comparado a igual mês de 2013, porém, há uma queda de 16,9%. A pesquisa é da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

A medição varia de 0 (pessimismo total) a 200 pontos (otimismo total) e serve para verificar como os consumidores avaliam a evolução da economia. O resultado é usado por empresários do comércio e da indústria na tomada de decisões quanto aos investimentos.

A apuração indica que o público feminino foi o que mostrou maior confiança, com alta de 4,3% e 111 pontos, no segundo crescimento consecutivo. Por faixa de renda, as que recebem dez salários ou acima ampliaram o grau de confiança em 4,7%. Entre os homens houve queda na confiança de 2,3%.

Foi constatada alta nos dois componentes que avaliam a percepção dos consumidores em relação ao presente e ao futuro, no curto prazo. O Índice das Condições Econômicas Atuais aumentou 0,8% ao atingir 110,1 pontos, e o Índice de Expectativas do Consumidor (IEC) cresceu 1%, com 110,8 pontos.

“O arrefecimento dos índices de inflação observado nos últimos meses, aliado à segurança de emprego são fatores importantes para o impulso positivo da confiança do consumidor”, avalia a entidade.

A FecomercioSP informou também que para esse levantamento foram consultados 2,1 mil consumidores da cidade de São Paulo com a distinção de sexo e perfil de renda. O índice é referência nas reuniões do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), na tomada de decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic.

Tags: brasil, economia, fecomércio, índice, percentual

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.