Jornal do Brasil

Quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014

Economia

PIB recua e Itália entra em recessão técnica

Agência ANSA

A Itália está em recessão técnica. O Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre de 2014 recuou mais 0,2% em relação ao trimestre anterior - que também apresentou queda de 0,1%. Analisando o primeiro semestre, a queda é de 0,3%, informou o Instituto de Estatísticas Italianos (Istat). O Instituto ainda previu que não haverá variações nesses valores para os próximos trimestres do ano. O termo recessão técnica é aplicado quando o PIB de um país fica com números negativos em dois trimestres consecutivos.

    Já a produção industrial subiu novamente em junho, um aumento de 0,9% em relação a maio, quando havia caído. Esse foi o maior aumento mensal desde janeiro deste ano. O dado está positivo também analisando o ano, com aumento de 0,4%. O Istat analisou como "positivos" esses números e festejou o "salto na produção", em comparação com o mês anterior.

    Na média, a produção industrial no segundo trimestre ainda está negativa, com -0,4% em comparação ao trimestre anterior, quando teve um aumento de 0,1%. A tendência é que a Itália, segundo o Istat, tenha crescimento zero em 2014. A produção industrial no setor de bens de consumo registrou em junho um aumento de 2,5% em comparação ao mês anterior. Esse foi o melhor resultado do setor desde maio de 2013. A Itália vem enfrentando uma série crise econômica há mais de sete anos e a indústria foi um dos setores que mais sofreu. Por consequência, as taxas de desemprego estão altíssimas. Na faixa etária entre as pessoas abaixo de 40 anos, 43% estão sem emprego. Atualmente, o país tem mais de 10 milhões de pessoas vivendo na pobreza. (ANSA)

Tags: crescimento, crise, economia, Europa, itália

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.