Jornal do Brasil

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Economia

BNDES estuda condições de empréstimo a distribuidoras de energia

Agência Brasil

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, informou, no Itamaraty, que ainda estão em análise as condições da participação do banco estatal em financiamento que poderá ser concedido para que as distribuidoras de energia paguem parte do valor gasto com a compra de energia no mercado de curto prazo, que venceria ontem (31).

O prazo foi adiado novamente pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), desta vez para 28 de agosto, para que, segundo a própria Aneel, o saldo da Conta no Ambiente de Contratação Regulada (Conta-ACR) seja suficiente para efetivar a liquidação. “Estamos analisando. O prazo [de análise] foi postergado por causa da prorrogação [do prazo dado pela] da Aneel", disse Coutinho.

A exemplo do que foi feito em abril, o governo federal pretende viabilizar novo empréstimo para ajudar as distribuidoras de energia elétrica a cobrir os gastos extras para a compra de eletricidade no mercado de curto prazo. A previsão é que os recursos somem R$ 6,5 bilhões, dos quais cerca de R$ 3 bilhões saíram do BNDES. Em abril, foi feito um aporte de R$ 11,2 bilhões.

A Conta-ACR foi criada para que as distribuidora possam captar empréstimos no mercado para cobrir as despesas com a compra de energia no mercado livre. Com a falta de chuvas e o baixo nível de água nos reservatórios das hidrelétricas, as distribuidoras tiveram que comprar energia mais cara para garantir o suprimento a seus clientes.

Tags: agência, banco, DESENVOLVIMENTO, elétrica, energia

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.