Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Economia

Bovespa opera queda, influenciada por cenário externo negativo

Ibovespa abriu negativa, acompanhando baixas em Wall Street e nos principais mercados europeus

Jornal do BrasilRafael Gonzaga*

Nesta quinta-feira (31), a Bolsa de Valores de São Paulo abriu os negócios com variação negativa. Durante a manhã, investidores seguiam influenciados pelas fracas perspectivas de melhora no cenário das bolsas norte-americanas e europeias, que também abriram negativas. Balanços corporativos também marcavam o dia e investidores avaliavam o balanço trimestral de empresas como Vale e Ambev.

Às 11h07, o Ibovespa despencava 1,04% aos 56.284 pontos. As ações mais negociadas eram as da Vale, da Petrobras, do Bradesco e da Ambev. O volume negociado no pregão já atingia cerca de R$1,3 bilhões.

As ações preferenciais da Vale lideravam o quadro das principais altas do dia, com as ações Vale ON N1 subindo 1,83% e Vale PNA N1 avançando 1,21%. Em seguida, as ações Sid Nacional ON progrediam 1,16%. Uniminas PNA N1 e Fibria ON ATZ NM fechavam o quadro das principais altas, com altas de 0,63% e 0,50%, respectivamente.

As baixas eram lideradas pelas ações Cesp PNB N1, com forte recuo de 3,29% e pelas ações Eletropaulo PN N2, com recuos de 2,88%.

Wall Street abre terça-feira com perdas

Os principais índices da Bolsa de Valores de Nova York apresentavam recuos na abertura do mercado nesta quinta-feira (31). Às 11h02, o índice Dow Jones perdia 0,86% aos 16.735 pontos e o S&P 500 recuava 0,90% a 1.952 pontos. A bolsa eletrônica Nasdaq também apontava variação negativa de 1,12% aos 4.412 pontos.

Mercado europeu em baixa

Os principais índices acionários dos mercados europeus operavam em baixa nesta quinta-feira (31). No encerramento da véspera, as bolsas já tinham encerrado com variação negativa, com o mercado analisando os impactos que poderiam ser ocasionados após as novas sanções econômicas a Rússia anunciadas na última terça pelos Estados Unidos e pela União Europeia. A maior baixa era na bolsa de Lisboa, em parte devido ao prejuízo relacionado ao Banco Espírito Santo.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as ações dos principais mercados do continente europeu, apresentava queda de 1,03% aos 1.352 pontos às 10h32.

Em Londres, o FTSE 100 apresentava queda de 0,32% aos 6.751 pontos. O CAC 40 de Paris também recuava, com perdas de 1,13% aos 4.263 pontos. Em Frankfurt, o índice Deutsche Borse AG HDAX apresentava variação negativa de 1,50% aos 4.886 pontos. Em Milão, o FTSE MIB tinha queda de 1,61% aos 20.550 pontos. Lisboa apresentava a pior queda entre os principais índices europeus: o PSI 20 recuava 3,39% aos 5.962 pontos. Em Madrid, o IBEX 35 perdia 2,08% aos 10.710 pontos.

* do programa de estágio do JB

Tags: ambev, banco espírito santo, bolsa de valores de são paulo, França, Ibovespa, Portugal, Reino Unido, vale

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.