Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Setembro de 2014

Economia

Lucro da Fiat Chrysler tem queda de 54,7% no 2º trimestre

Agência ANSA

O grupo Fiat Chrysler fechou o segundo trimestre de 2014 com um lucro líquido de 197 milhões de euros (R$ 591 milhões), número que representa uma queda de 54,7% em relação aos 435 milhões de euros (R$ 1,3 bilhão) registrados no mesmo período do ano passado. Segundo a empresa, essa redução deve-se a um aumento de 137 milhões de euros (R$ 411 milhões) nos impostos sobre rendimentos cobrados nos Estados Unidos.    

Se for levado em conta o primeiro semestre inteiro, a diminuição foi ainda maior, com o lucro saindo de 466 milhões de euros (R$ 1,4 bilhão) em 2013 para 24 milhões de euros (R$ 72 milhões) em 2014 (-94,8%). Já as receitas do grupo na primeira metade deste ano atingiram 45,5 bilhões de euros (R$ 136,5 bilhões), uma alta de 8%. Grande parte desse resultado foi alcançado graças ao crescimento das vendas no mercado de luxo (67%), que chegaram a 2,6 bilhões de euros (R$ 7,8 bilhões).    

No segundo trimestre, as receitas da Fiat Chrysler ficaram em 23,3 bilhões de euros (R$ 69,9 bilhões), uma evolução de 5% em relação ao mesmo período do ano anterior. O número deve-se ao desempenho obtido na América (7%) e pelas marcas de luxo (59%), que compensaram as reduções na Europa (-3%) e na América Latina (-23%).    

Os resultados do grupo foram aprovados nesta quarta-feira (30) na última reunião do seu conselho de administração realizada em Turim, no norte da Itália. A próxima acontecerá em Londres, que será a nova sede fiscal da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), fruto da fusão entre as duas montadoras. Na próxima sexta-feira (1º), ocorrerá uma assembleia extraordinária de sócios para deliberar sobre o acordo.

Tags: carros, economia, empresa, fiat, vendas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.