Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Economia

IGP-DI volta a registrar deflação em junho

Agência Brasil

O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) fechou o mês de junho com deflação de 0,63%, ante variação de -0,45% em maio. Em junho do ano passado, o IGP-DI havia ficado em 0,76%. O indicador foi divulgado hoje (7), pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV). Com o resultado, o IGP-DI fechou o primeiro semestre do ano com inflação acumulada de 2,10%. Em 12 meses, a taxa acumulada (anualizada) ficou em 5,77%, em relação aos 12 meses imediatamente anteriores.

O resultado foi fortemente influenciado pelos preços ao produtor e no atacado. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) fechou junho com deflação de 1,21%, o mesmo resultado de maio. Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), embora tenha apresentado variação positiva de 0,33%, é 0,19 ponto percentual menor do que o índice de maio (0,52%).

No caso do Índice de Preços ao Produtor (IPA), houve contribuição do item bens finais, com variação negativa de 1,32%, de bens intermediários (-0,25%) e de matérias-primas brutas (-2,08%).

No caso do IPC, houve queda de preços em seis das oito classes de despesa componentes do índice, com a maior contribuição vinda do grupo alimentação (de 0,45% para 0,08%). Nessa classe de despesa, um dos destaques é o item hortaliças e legumes, cuja taxa passou de -1,42% para -8,82%.

Também apresentaram redução de taxa os grupos habitação (de 0,68% para 0,52%); transportes (de 0,27% para 0,11%); educação, leitura e recreação (de 0,78% para 0,36%); saúde e cuidados pessoais (de 0,76% para 0,60%); e despesas diversas (de 0,93% para 0,56%).

Tags: dados, economia, IBGE, IPC, preços

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.