Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Setembro de 2014

Economia

Bovespa opera em queda acompanhando cenário internacional

Wall Street abriu negociações em baixa; pregão brasileiro encerra atividades mais cedo

Jornal do Brasil

A Bolsa de Valores de São Paulo abriu os negócios desta terça-feira (8) marcando uma leve alta, mas recuou até os indicadores ficarem negativos. A Bolsa, que oscilava desde 10h10, apresentava queda de 0,33% a 53.626 pontos às 11h19.

O dia de pregão nesta terça é mais curto devido ao jogo da seleção brasileira na Copa do Mundo pelas semifinais do campeonato, onde enfrenta a Alemanha. Às 11h19, o giro financeiro era de 860 milhões.

Liderando as principais altas às 11h04, as ações das Lojas Americ PN tinham variação positiva de 0,98%, seguida de perto pelas ações da Brasil ON NM, com avanço de 0,97%. As ações da Cia Hering ON NM tinha alta de 0,88%; a Ecorodovias ON NM subia 0,86%; e o BBSeguridade ON NM fechava o quadro de principais altas com crescimento de 0,80%.

Entre as quedas, o principal destaque era das ações Gol PN N2, que recuava 2,41%. As ações do Santander BR UNT N2 perdiam 2,35%; a Qualicorp ON NM tinha queda de 2,08%; e a Embraer ON NM recuava 1,88%.

Bolsa de Nova York abre em baixa

Em Wall Street, as ações recuavam durante a abertura dos negócios nesta terça-feira. Os investidores ainda se mostravam receosos de fazer maiores investimentos antes da abertura da temporada de divulgação dos resultados corporativos. Investidores seguem aguardando também a divulgação dos dados relativos ao crédito ao consumidor, que serão liberados somente após 16h.

Os principais índices operavam em queda às 11h16. O índice Dow Jones perdia 0,65% aos 16.913 pontos; o S&P 500 recuava 0,59% a 1.966 pontos; e a bolsa eletrônica Nasdaq tinha variação negativa de 1,08% aos 4.403 pontos.

Ações europeias seguem recuando

Na Europa, os principais índices seguem operando em baixa pelo terceiro dia de negociações seguido. O índice Bloomberg European 500 recuava 1,13 às 11h40 e o Euro Stoxx 50 tinha queda de 1,12% aos 3.194 pontos.

Em Londres, o FTSE 100 recuava 0,93% aos 6.760 pontos. Em Paris, o CAC 40 perdia 1,15% aos 4.355 pontos. No mercado alemão, o índice Deutsche Borse AG HDAX tinha queda de 0,97% aos 5.078 pontos. Em Milão, o FTSE MIB apresentava forte variação negativa, caindo 2,22% a 20.800 pontos. Em Lisboa, o PSI 20 recuava 3,01% aos 6.512 pontos. Também em queda, o IBEX 35 de Madrid tinha queda de 1,93% aos 10.677 pontos.

Mercados asiáticos encerram sem direcionamento comum

Na Ásia, as bolsas encerraram os negócios desta terça-feira apresentando resultados mistos, com os investidores preocupados com o fato de que o que mantém os mercados em alta são as políticas do Federal Reverse. Além disso, os produtores de bens materiais recuavam no fim das negociações.

No encerramento, o indicador Hang Seng de Hong Kong fechou sem variação marcando 23.541 pontos. O índice chinês SSE Composite, da bolsa de Xangai, teve variação positiva de 0,20% aos 2.064 pontos. Em Tóquio, o índice Nikkei 225 teve queda de 0,42% aos 15.314 pontos. O principal indicador da bolsa de Taiwan, o TSEC Weighted, avançou 0,11% aos 9.530 pontos. Na Coreia do Sul, o índice KOSPI Composite apresentou alta de 0,08% aos 2.006 pontos. Já na Índia, o índice BSE fechou em baixa, marcando recuo de 1,98% aos 25.582 pontos.

Tags: bolsa de valores, gol, hering, Ibovespa, lojas americanas, qualicorp, santander, Wall Street

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.