Jornal do Brasil

Sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

Economia

Valor mínimo para TED cai de R$ 1 mil para R$ 750

Agência Brasil

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) reduziu de R$ 1 mil para R$ 750 o valor mínimo para realização da Transferência Eletrônica Disponível (TED). Ao divulgar hoje (7) a informação, a Febraban informou que o novo limite já está disponível. A principal vantagem da TED, usada para movimentar valores entre bancos diferentes, é o crédito ao destinatário fica disponível no dia em que a operação é feita.

No caso do Documento de Crédito (DOC), é preciso aguardar pelo menos 24 horas para que seja concluída a transação. O DOC é permitido para valores até R$ 4.999. Os valores para DOC e TED variam conforme os bancos, mas, em geral, são cobrados valores próximos de R$ 7 para canais eletrônicos e de R$ 13 para operações realizadas pessoalmente.

Segundo a Febraban, o estabelecimento de um valor mínimo para a TED evita que ela gere demanda em excesso e sobrecarregue os sistemas de pagamento e compensação. A TED surgiu em 2002, com valor mínimo inicial de R$ 5 milhões. No ano seguinte, caiu para R$ 5 mil. Em 2010, foi reduzido para R$ 3 mil, e em 2012, para R$ 2 mil. No ano passado, o patamar mínimo para TED alcançou R$ 1 mil.

Tags: bancos, brasileira, economia, federação, taxa

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.