Jornal do Brasil

Sábado, 26 de Julho de 2014

Economia

El País: o populismo bolivariano

Para colunista, traço principal da Venezuela é fazer política social sem eliminar o capitalismo

Jornal do Brasil

O jornal espanhol El País publicou uma coluna de opinião nesta segunda-feira (30) discutindo o populismo, chamado de "socialismo do século XXI". O autor aponta que o objetivo do populismo é corrigir imediatamente a desigualdade, favorecendo os mais pobres, ao fazer chegar escolas, saúde e um apoio econômico que os permita sobreviver. 

Ele afirma que o socialismo é admirado pela política social, por reduzir a desigualdade, ainda que isto signifique uma miséria repartida igualmente, com exceção daqueles que gozam de privilégios. O autor também diz que o modelo levou a resultados econômicos catastróficos, como em Cuba. 

Por sua vez, o texto defende que o modelo venezuelano realiza a política social de Cuba, mas sem eliminar o capitalismo. O erro gritante dessa proposta, segundo ele, é buscar uma diminuição significativa da desigualdade social sem as modificações pertinentes que permitam aumentar a produção e a produtividade, utilizando os enormes recursos da produção petrolífera. 

O artigo garante que o capitalismo totalmente livre leva a uma maior desigualdade, mas que tentar diminuí-la sem tocar no modelo produtivo traz desequilíbrios crescentes. Quando estes desequilíbrios pretendem ser controlados limitando as liberdades civis e promovendo uma violência repressiva, o resultado é que os produtos de primeira necessidade desapareçam dos mercados. 

O escritor enaltece que é muito difícil coexistir harmonicamente uma política social que supõe uma transformação revolucionária da estrutura social com a manutenção do sistema produtivo capitalista. "O populismo chavista tentou fazê-lo, mas o resultado foi quase uma situação de guerra civil", critica. Ele conclui ressaltando que o aumento da produção e da produtividade são condições essenciais para reduzir a desigualdade e que o Brasil deu um exemplo de como se pode crescer, ampliando a classe média.

Tags: chavismo, Cuba, desigualdade, economia, populismo, socialismo, Venezuela

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.