Jornal do Brasil

Terça-feira, 25 de Novembro de 2014

Economia

Economista: Bolsa Família atende a um quarto da população brasileira

Gutman Uchôa lembra que se trata do maior programa social estimulado pelo PT

Jornal do Brasil

O Jornal do Brasil transcreve o artigo do economista Gutman Uchôa de Mendonça sobre os programas sociais do governo federal. Ele ressalta que o Bolsa Família atende a um quarto da população brasileira (50 milhões), consumindo anualmente R$ 24 bilhões.

Veja a íntegra do artigo:

PROGRAMA SOCIAL

Gutman Uchôa de Mendonça

"O maior programa social estimulado pelo PT se chama Bolsa Família, com um quarto da população brasileira (50 milhões) dependente dos seus recursos, onde são consumidos anualmente (orçamento de 2013) R$ 24 bilhões; o segundo programa, que também agrega muita gente (12,2 milhões) é o Farmácia Popular e Saúde não Tem Preço, com um consumo anual de R$ 3,3 bilhões; o terceiro, Minha Casa Minha Vida tem 7 milhões de beneficiados e um orçamento ( 2013) de R$ 73,2 bilhões; o quarto, é o Pronatec  (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), com 5,7 milhões de inscritos e com orçamento de R$ 2,4 bilhões para 2013; vem em seguida o Renda Mensal Vitalícia e Benefício de Prestação Continuada, abrigando 2 milhões de idosos e 1,8 milhões de pessoas deficientes, com orçamento para 2013 da ordem de R$ 33 bilhões; temos depois o Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), para dar dinheiro aos chamados sem terra, para não trabalhar, com 3,5 milhões de beneficiados e que teve um orçamento para 2013 da ordem de R$ 21 bilhões; temos a  seguir o FIES ( Fundo de Financiamento Estudantil (talvez o único importante), com 1,1 milhão de pessoas, com empréstimos ativos em 2013, consumindo um orçamento de R$ 7,5 bilhões; temos o PROUNI (Programa Universidade para todos, com 517 mil matriculas ativas em 2013, consumindo um orçamento de R$ 814 milhões; temos o Bolsa Pescador ( uma das mais vergonhosas distribuições de dinheiro público), com 714 mil beneficiados em 2013 e gasto de R$ 1,9 bilhão.

No conjunto nacional, esses programas beneficiam, direta e indiretamente 36% da população nacional, ou seja, 72,7 milhões de pessoas, sendo que um terço da população faz parte do Bolsa Família, Bolsa Pescador e Luz Para todos, vindo ainda, a reboque, o programa de assistência prisional, onde o bandido brasileiro recebe uma pensão para ajudar no sustento de sua família".

 

Tags: análise, dados, economia, programas, sociais

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.