Jornal do Brasil

Sábado, 1 de Novembro de 2014

Economia

Percentual de cheques devolvidos em maio chega a 2,17%

Agência Brasil

O percentual de cheques devolvidos, pela segunda vez por insuficiência de fundos chegou a 2,17% em maio. Segundo a Serasa Experian, foram devolvidos 1.376.096 cheques e compensados 63.506.394. Em maio de 2013, esse percentual ficou em 2,15% e, em abril deste ano, o índice foi 2,13%. No acumulado dos primeiros cinco meses de 2014, a taxa alcança 2,12%, superior à devolução de 2,10% em igual período de 2013.

Segundo os economistas da Serasa Experian, o aumento da inadimplência com cheques em maio, em comparação a abril, reflete a sazonalidade típica do período devido ao Dia das Mães. “O patamar mais elevado da inadimplência com cheques neste ano em relação ao ano passado é reflexo de uma conjuntura dominada pelo encarecimento do crédito e pela elevação da inflação. Tais fatores afetam negativamente a capacidade dos consumidores em honrar em dia os compromissos”, informa a entidade.

Na Região Norte, a devolução de cheques em maio chegou a 4,32% do total de cheques compensados, menor que a devolução de 4,56% registrada em abril. Em maio do ano passado, a devolução de cheques pela segunda vez por falta de fundos na Região Norte havia sido 4,66% do total de cheques compensados. No Nordeste, a devolução de cheques em maio foi 4,54% do total de cheques compensados, maior que a devolução de 4,48% de abril. Em maio de 2013, essa taxa foi 4,49% do total de cheques compensados.

Na Região Sudeste, a devolução de cheques em maio ficou em 1,66% do total – maior que a devolução de 1,64% registrada em abril. Em maio do ano passado, a devolução de cheques havia sido 1,68%. No Sul, a devolução de cheques em maio foi 2,14% do total de cheques compensados, maior que a devolução de 2,06% registrada no mês anterior. Em maio de 2013, a devolução de cheques pela segunda vez por falta de fundos havia sido 2,01%.

Na Região Centro-Oeste, a devolução de cheques chegou a 3,17% do total de cheques compensados, maior que a devolução de 3,04% registrada em abril. Em maio do ano passado, a devolução de cheques pela segunda vez por falta de fundos na Região Centro-Oeste havia sido 3,08%.

Tags: brasil, cheque, economia, Serasa, taxa

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.