Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Dezembro de 2014

Economia

Bolsas devem iniciar a semana com perdas

Agência IN

As principais bolsas de valores globais devem apresentar queda nesta segunda-feira, 16, influenciadas por dados divulgados ao redor do Mundo. Diante deste cenário, os índices europeus e o indicador futuro das bolsas norte-americanas operam em campo negativo.

Na Ásia, o mercado acionário exibiu alta, impulsionado pelas empresas petroleiras, diante do aumento das tensões no Iraque. Exceção à bolsa de Tóquio que registrou perda pressionada pela valorização do iene.

>> Bolsa de Tóquio fecha em baixa nesta segunda-feira

Enquanto isso, na Europa, o mercado segue cauteloso com a violência no Iraque e as bolsas exibem queda nesta manhã.

Hoje, o Banco Central Europeu (BCE) confirmou uma nova desaceleração da inflação da zona do euro, uma vez que o custo de telecomunicações e alimentos manteve os preços baixos, confirmando um problema que buscou recentemente combater.

Além disso, o banco central da Rússia deixou inalterada sua principal taxa de juros, como esperado, em reunião nesta segunda-feira, citando preocupações com a inflação alta, mas alertou que mais altas podem ser possíveis se a inflação permanecer acima da meta.

Em Wall Street, o indicador futuro das bolsas norte-americanas aponta para uma abertura em campo negativo. Mas, investidores aguardam a divulgação da produção industrial de maio.

Aqui no Brasil, o Ibovespa deverá acompanhar o cenário externo.

E abrindo a agenda de indicadores internos, a Fundação Getulio Vargas (FGV) anunciou que o Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10) variou -0,67% em junho. A taxa apurada em maio foi de 0,13%. Em junho de 2013, a variação foi de 0,63%.

Além disso, o Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) de 15 de junho de 2014 apresentou variação de 0,36%, 0,10 ponto percentual (p.p.) abaixo da taxa registrada na última divulgação.

Para finalizar, no mercado de câmbio, o dólar deverá apresentar ganhos em relação às demais moedas globais.

Tags: ação, bovespa, brasil, economia, mercado

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.