Jornal do Brasil

Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014

Economia

Bolsa fecha em alta após STF adiar julgamento sobre planos econômicos

Jornal do Brasil

A Bovespa fechou o pregão em alta de 0,89%, a 52.639 pontos, impulsionada pelas ações da Petrobras e de bancos, após o Supremo Tribunal Federal (STF) adiar o julgamento sobre as perdas da poupança geradas por planos econômicos.

A ação do Banco do Brasil registrou alta de mais de 4%. Já a ação da construtora MRV liderou as altas desta quarta, com valorização de quase 5%, em meio à expectativa de que a companhia seja beneficiada com o  anúncio da terceira etapa do programa habitacional do governo federal Minha Casa Minha Vida.

Na ponta negativa, as siderúrgicas CSN e Usiminas foram os destaques de baixa. Mas a Souza Cruz teve a maior baixa do Ibovespa, de mais de 2%. 

De acordo com o consultor independente de investimentos Maurício Zlatkin, que ressaltou também o foco na decisão do Copom, a expectativa seria a manutenção dos juros em 11%. “O setor bancário apresenta alta pela expectativa do adiamento do julgamento do  STF, e mineração e siderurgia seguem fracos com a baixa do minério de ferro no mercado internacional”, disse.

Na Europa, as bolsas fecharam com resultados mistos. Em Frankfurt, o índice DAX 30 registrou queda de 0,02% em relação ao recorde de fechamento, com 9.939,17 pontos. Em Londres, o FTSE 100 subiu 0,09%, para 6.851,22 pontos, e o CAC 40, em Paris, teve alta de 0,04%, em sua maior alta neste ano, com 4.531, 63 pontos.

No início dos negócios das bolsas europeias desta quarta-feira, as operações também estavam em alta. As transações atingiram o nível mais alto alcançado desde a primeira metade de 2008 e os mercados seguiam analisando os efeitos da investigação criminal pela qual está passando a companhia farmacêutica GlaxoSmithKline Plc. 

A GlaxoSmithKline apresentou uma queda de 1,5% após a divulgação de uma investigação sobre a postura da empresa, que foi acusada de subornar funcionários em países como a China. 

Maurício Zlatkin pontuou também resultados em outros países. “Foi divulgado o desemprego na Alemanha com dados ligeiramente piores que o esperado. Destaque também para a Telecom Itália, com alta de 4% após a recomendação de compra do Goldam Sachs”, citou.

Dados dos Estados Unidos impulsionam bolsas asiáticas

No encerramento da sessão nas bolsas asiáticas, em Hong Kong, o Hang Seng, principal indicador, fechou em alta de 0,59% aos 23.080 pontos. 

Na China, o índice SSE Composite da bolsa de Xangai subiu 0,77% aos 2.050 pontos.

O índice KOSPI Composite subiu 0,97% aos 2.017 pontos na Coreia do Sul, e no Japão, o índice Nikkei 225 da bolsa de Tóquio avançou 0,24% aos 14.670 pontos.

Tags: alta, Bolsa, economia, mercado, mundiais

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.