Jornal do Brasil

Domingo, 22 de Abril de 2018 Fundado em 1891

Economia

Vendas em supermercados crescem em abril

Jornal do Brasil

As vendas reais nos supermercados em abril foram 2,82% superiores às registradas em março e 10,29% maiores do que em igual mês do ano passado. No acumulado desde janeiro, houve crescimento de 2,05%. Em valores nominais, as vendas tiveram expansão de 3,51% sobre março; 17,22% sobre abril de 2013 e 8,11% no quadrimestre.

Por meio de nota, o presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), Sussumu Honda, destacou que a manutenção do emprego e renda tem favorecido o aquecimento no setor e que, especificamente em abril, houve a influência da demanda maior por causa da Páscoa. “Nossa expectativa é que essa tendência de crescimento continue”, destacou.

A cesta com os 35 produtos mais consumidos ficou 1,63% mais cara, passando de R$ 371,69, em março, para R$ 377,74, em abril. Na comparação com o valor apurado em abril de 2013, a cesta passou a custar 5,62% a mais. Entre os itens que mais subiram de preço estão a batata (22,31%), o leite do tipo longa vida (5,34%), o queijo muçarela (5,16%) e o ovo (5,09%).

Os produtos que tiveram as quedas mais expressivas foram: tomate (5,24%), a farinha de mandioca (3,64%), a cebola (2,94%) e o frango congelado (0,85%).

A Região Norte do país foi a que apresentou a cesta mais cara (R$ 419,44), no entanto, com queda de 0,51%. O maior ajuste de preços ocorreu no Nordeste (R$ 331,76) com um aumento de 3,38%. No Sul, a cesta apresentou alta de 1,43%, e passou a custar R$ 413,74. No Sudeste, ocorreu reajuste de 2,7% e o preço chegou a R$ 364,06 e, no Centro Oeste, houve alta de 1,75%, com valor de R$ 352,24.

Agência Brasil


Tags: associação, aumento, brasileira, consumo, supermercados

Compartilhe: