Jornal do Brasil

Terça-feira, 30 de Setembro de 2014

Economia

Vendas em supermercados crescem em abril

Agência Brasil

As vendas reais nos supermercados em abril foram 2,82% superiores às registradas em março e 10,29% maiores do que em igual mês do ano passado. No acumulado desde janeiro, houve crescimento de 2,05%. Em valores nominais, as vendas tiveram expansão de 3,51% sobre março; 17,22% sobre abril de 2013 e 8,11% no quadrimestre.

Por meio de nota, o presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), Sussumu Honda, destacou que a manutenção do emprego e renda tem favorecido o aquecimento no setor e que, especificamente em abril, houve a influência da demanda maior por causa da Páscoa. “Nossa expectativa é que essa tendência de crescimento continue”, destacou.

A cesta com os 35 produtos mais consumidos ficou 1,63% mais cara, passando de R$ 371,69, em março, para R$ 377,74, em abril. Na comparação com o valor apurado em abril de 2013, a cesta passou a custar 5,62% a mais. Entre os itens que mais subiram de preço estão a batata (22,31%), o leite do tipo longa vida (5,34%), o queijo muçarela (5,16%) e o ovo (5,09%).

Os produtos que tiveram as quedas mais expressivas foram: tomate (5,24%), a farinha de mandioca (3,64%), a cebola (2,94%) e o frango congelado (0,85%).

A Região Norte do país foi a que apresentou a cesta mais cara (R$ 419,44), no entanto, com queda de 0,51%. O maior ajuste de preços ocorreu no Nordeste (R$ 331,76) com um aumento de 3,38%. No Sul, a cesta apresentou alta de 1,43%, e passou a custar R$ 413,74. No Sudeste, ocorreu reajuste de 2,7% e o preço chegou a R$ 364,06 e, no Centro Oeste, houve alta de 1,75%, com valor de R$ 352,24.

Tags: associação, aumento, brasileira, consumo, supermercados

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.