Jornal do Brasil

Quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014

Economia

Ata do Fed confirma que economia dos EUA cresce moderadamente

Jornal do Brasil

O crescimento da economia americana registra um aumento "moderado", mas esse avanço pode ser comprometido por uma escalada da tensão na Ucrânia, afirmou o Federal Reserve (Fed), segundo as atas da sua reunião no final de abril.

Vários membros do Comitê de Política Monetária do Fed (FOMC) ressaltaram que um eventual "aumento na tensão geopolítica entre Rússia e Ucrânia ou uma nova desaceleração da economia chinesa pode apresentar riscos para o crescimento norte-americano, de acordo com o documento publicado nesta quarta-feira.

Bolsas europeias fecham em alta

As bolsas europeias fecharam em alta nesta quarta-feira, impulsionadas pelo avanço das ações do grupo dinamarquês de petróleo e navegação A.P. Moller-Maersk . Os papéis das alemãs E.ON e RWE também contribuíram para o desempenho.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações do continente, fechou em alta de 0,57%, a 1.364 pontos.

Em Londres, o índice Financial Times avançou 0,28%, a 6.821 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX subiu 0,61%, para 9.697 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 registrou alta de 0,37%, a 4.469 pontos. Em Milão, o índice Ftse/Mib ganhou 1,07%, para 20.597 pontos. Em Madri, o índice Ibex-35 expandiu 0,74%, a 10.531 pontos. Em Lisboa, o índice PSI20 teve desvalorização de 0,57%, para 6.857 pontos.

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) também opera em alta nesta quarta-feira. O Ibovespa, principal índice da bolsa paulista, subia 0,44%, a 52.595 pontos, por volta das 15h. Na terça-feira (20), a bolsa fechou em queda pelo segundo dia seguido, acompanhando a queda dos principais índices de Wall Street e a busca por evitar investimentos de risco por preocupações com a economia dos EUA. O Ibovespa caiu 1,85%, para 52.366 pontos.

As bolsas americanas também operam em alta. O Dow Jones sobe 0,83% e a Nasdac, 0,59%

Bolsa de Tóquio encerra em baixa

Já a Bolsa de Tóquio encerrou a sessão desta quarta-feira em baixa, em virtude do enfraquecimento do dólar em relação ao iene e da venda de ações do setor imobiliário. O índice Nikkei-225 perdeu 0,24%, aos 14.042,17 pontos.

Tags: Bolsas, crescimento, economia, Estados Unidos, repercussão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.