Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Dezembro de 2014

Economia

Desempenho da Europa e dos EUA influencia queda de 1,02% do Ibovespa

Jornal do Brasil

O principal índice acionário da BM&FBovespa, o Ibovespa, encerrou o pregão desta quinta-feira (15) em queda, puxado por Oi e Cemig, após renovar a máxima na véspera. A bolsa registrou desvalorização de 1,02%, aos 53.855 pontos. O giro financeiro ficou em R$ 5.213 bilhões. De acordo com o economista Mauricio Zlatkin, a queda do Ibovespa foi influenciada principalmente pela remoção da Hering do índice MSCI Brasil e influência das quedas do exterior. Apenas quatro da 71 ações do Ibovespa apresentaram ganhos superiores a 1%.

Nas Europa, as bolsas fecharam no vermelho em dia de agenda carregada na Eurozona. Zlatkin explica que a queda foi motivada pela divulgação do crescimento da região do euro de 0.2 abaixo do esperado de 0.4% no trimestre. Em Londres, o FTSE-100 dos principais valores fechou em queda de 0,55%, a 6.840,89 pontos. Em Frankfurt, o Dax recuou 1,01, a 9.656,05 pontos. Em Paris, o CAC-40 caiu 1,25%, a 4.444,93. Por lá, a agência europeia de estatísticas Eurostat anunciou que a Eurozona registrou crescimento de 0,2% no primeiro trimestre de 2014. O resultado ficou abaixo do que era esperado pelos analistas, 0,4%.

Já nos Estados Unidos, de acordo com Zlatkin, houve resultado abaixo do esperado em wal-mart e continuação do fluxo de venda em ações 'small cap' (empresas pequenas - de menor valor de mercado). "Os números econômicos divulgados foram ambíguos: inflação de 0,3% no mês e um numero menor de pedidos de auxílio desemprego, indicando economia se firmando, enquanto a produção industrial (um indicador que normalmente antecipa tendências futuras) caiu 0.6% em abril, o menor ritmo no ultimo ano e meio".

>> Dólar fecha em alta de 0,54%, com dados dos EUA e Eurozona

O Departamento de Trabalho informou hoje que os pedidos de seguro-desemprego caíram inesperadamente ao menor nível em sete anos. Segundo dados da semana encerrada em 10 de maio, foram recebidas 297.000 novas solicitações, uma queda de 24.000, o menor nível desde maio de 2007. Além disso, a produção industrial nos Estados Unidos recuou 0,6% em abril, segundo cifras publicadas pelo Federal Reserve (Fed, banco central).

Entre as oscilações positivas em destaque na sessão da bolsa brasileira estão os papéis da GERDAU MET (PN), que avançaram 1,63%, e da MARFRIG (ON), que apresentaram alta de 1,47%. Em contrapartida, entre os destaques negativos, estão os papéis da OI (PN), que recuaram 2,56%, e da CEMIG (PN), que apresentaram queda de 6,38%.

As ações da MRV Engenharia, da Cia Hering e da Marcopolo foram excluídas da composição da carteira teórica do MSCI Brasil (principal índice de ações, calculado pelo Morgan Stanley), e registraram fortes quedas. A Marcolo (POMO4) baixou 5,48%. As units Via Varejo, por sua vez, que foram incluídas no índice, também tiveram queda de 1,33%, a R$ 26, e as ações ordinárias recuaram 2,44%, a R$ 8. 

Duas empresas pequenas - de menor valor de mercado -, no entanto, tiveram desempenhos positivos. A HRT (HRTP3) subiu 11,27%, a R$ 0,79, com a notícia de seu lucro líquido de R$ 1,7 milhão no primeiro trimestre, contra um prejuízo de R$ 99,2 milhões do ano anterior, no primeiro resultado operacional. Já a M&G Poliéster (RHDS%) teve um acréscimo de 42,86% para R$ 0,10, com a notícia de uma proposta para o fechamento do seu capital. Na máxima do dia, os papeis da empresa chegaram a um avanço de 57,14%.

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, falou durante o XVI Seminário Anual de Metas para a Inflação que os mercados globais estão em um momento mais tranquilo, a partir da maior previsibilidade das ações do Federal Reserve em relação à retirada dos estímulos monetários. Para Tombini, no entanto, as consequências desse movimento para outras economias não estava totalmente definida.

CCX de Eike deve pagar R$ 4,5 milhões à diretoria

A CCX Carvão de Eike Batista vai realizar uma assembleia geral ordinária na próxima quarta-feira (21), de acordo com o Infomoney. Entre as diversas deliberações da pauta, está a apresentação das finanças de 2013, a eleição do conselho de administração e análise dos termos e condições para venda de projetos de Cañaverales e Paypal, por US$ 125 milhões. Além disso, a administração da companhia propõe um pagamento de R$ 4,53 milhões de remuneração ao conselho de administração e companhia, "pelas responsabilidades assumidas, do tempo dedicado à companhia e da competência profissional de cada administrador".

Tags: Bolsa, fechamento, queda, SP, valores

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.