Jornal do Brasil

Quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

Economia

Votação de destaques do Supersimples é adiada para terça-feira

Agência Câmara

Com a persistência do quórum baixo, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, transferiu para a próxima terça-feira (20), a continuidade da votação dos destaques apresentados ao Projeto de Lei Complementar 221/12, que muda regras do Supersimples, o regime especial de tributação das micro e pequenas empresas. A matéria retornará à Ordem do Dia como item único em sessão extraordinária.

O presidente da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa, deputado Guilherme Campos (PSD-SP), pediu que os destaques só sejam votados com pelo menos 400 deputados em Plenário, já que, para aprovar qualquer mudança, é preciso o voto favorável de 257 deputados. "Com esse quórum que temos hoje, abaixo de 300 deputados na Casa, é querer sacramentar que nenhum destaque será aprovado", reclamou.

Restam cerca de dez destaques para serem analisados. Entre as mudanças que os partidos pretendem fazer no texto base da MP, aprovado na semana passada, está a inclusão no Supersimples do setor de bebidas alcoólicas – vinho, licores, espumantes e aguardentes – e a diminuição da tributação de categorias incluídas no regime especial, como advogados e contadores.

Na sessão de ontem, foram rejeitados três destaques ao projeto. Os deputados mantiveram no Supersimples empresas de transporte fluvial de passageiros e rejeitaram a inclusão de bebidas no regime especial para as micros e pequenas empresas. As duas emendas das bebidas tiveram maioria dos votos, mas não alcançaram o quórum mínimo de 257 votos para serem aprovadas.

Tags: câmara, deputados, economia, impostos, votação

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.