Jornal do Brasil

Sábado, 1 de Novembro de 2014

Economia

Gasto médio do brasileiro com presentes para o Dia das Mães atingirá R$ 193

Agência Brasil

Pesquisa feita pela Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ), em parceria com o Instituto Ipsos, verificou que o gasto médio para o Dia das Mães atingirá, este ano, em torno de R$ 193, considerando a compra de mais de um presente para a mesma pessoa ou para pessoas diferentes, como a própria mãe, a esposa, a avó ou a sogra. 

O economista da Fecomércio-RJ, Christian Travassos, disse à Agência Brasil que esse gasto médio vai ser feito por mais da metade (52,2%) dos consumidores que declararam intenção de dar presentes no Dia das Mães. A pesquisa indica que os filhos homens demonstraram intenção de gastar mais (R$ 212), em média, do que as mulheres (R$ 174).

Travassos observou que, apesar de a mulher ter elevado sua participação no mercado de trabalho e também a renda e a escolaridade, os homens ainda constituem a maior parte dos chefes de família e têm uma situação salarial melhor. “Na prática, o poder aquisitivo ainda é maior entre os homens, apesar de ter havido um ganho expressivo das mulheres, nos últimos anos”.

De acordo com a pesquisa, 32,2% dos que afirmaram que devem presentear pretendem comprar roupas. Perfumes e cosméticos, com 20,8%, estão em segundo lugar nas intenções de compra. Calçados, bolsas e acessórios aparecem em terceiro, com 11,5%. O estudo, feito com mil consumidores em 70 municípios brasileiros, entre os dias 28 de abril e 3 de maio, foi divulgado hoje (9), no Rio de Janeiro.

Em outra sondagem, de âmbito estadual, feita com 403 empresários do setor do comércio em 22 municípios fluminenses, constatou-se que 72,9% dos estabelecimentos são influenciados pelas vendas do Dia das Mães. O movimento ganha maior peso diante do cenário econômico, que sinaliza para um baixo crescimento, este ano, do Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma das riquezas do país, segundo Christian Travassos.

Ele também destacou que o varejo tem crescido acima da média. “Qualquer data comemorativa que cresça em relação ao ano anterior, cresce em cima de um movimento que já não é pequeno e, em segundo lugar, cresce em cima de uma rotina que já está acima da série histórica”. Isso se dá, em grande parte, devido ao aumento da massa salarial, informou.

Em média, os empresários do estado do Rio de Janeiro estimam elevar o faturamento em 5,4% em comparação ao ano passado. A pesquisa mostra que 46,6% dos varejistas afirmaram que o faturamento deste ano deve subir em relação ao ano passado, contra 41,2% que apostam em estabilidade nas vendas e 12,2% que acreditam em queda da receita. Um total de 38,1% dos entrevistados está efetuando promoções específicas para a data. Entre os quase 73% dos estabelecimentos influenciados pelo Dia das Mães, 12,6% adotaram uma jornada especial de trabalho. Apenas 5% efetuaram contratação de trabalhadores temporários.

Tags: comemoração, data, especial, gastos, presentes

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.