Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Economia

Justiça Federal do Rio decreta o sequestro de R$ 122 milhões de Eike Batista

Medida foi tomada depois que o empresário transferiu bens para o nome de seus filhos

Jornal do Brasil

Segundo a coluna de Lauro Jardim na revista Veja, nesta quarta-feira (7), a Justiça Federal do Rio de Janeiro decretou o sequestro de bens do empresário Eike Batista no valor de R$ 122 milhões. O advogado de Eike, Ary Bergher, pretende recorrer da decisão. O Ministério Público foi o responsável pelo pedido, ainda de acordo com o colunista.

A medida veio após uma reportagem da Folha de S. Paulo, publicada no último domingo (4), revelando que o empresário havia doado suas principais residências para os filhos Thor e Olin. As mansões no Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio de Janeiro, e em Angra dos Reis, foram avaliadas por uma corretora em R$ 50 milhões. 

Segundo a matéria, as doações ocorreram em junho de 2013, quando Eike já estava em crise e renegociava dívidas bilionárias com credores da EBX. Advogados consultados pela Folha afirmaram que, caso o empresário não tenha dinheiro suficiente para honrar todas as dívidas que assumiu como pessoa física, as transferências dos imóveis podem ser consideradas lesivas para os credores.

O JB entrou em contato com a assessoria de imprensa da Justiça Federal do Rio de Janeiro, que informou que o processo corre em segredo de justiça e que nenhuma informação pode ser confirmada.

Tags: bens, bloqueio, casas, crise, dívidas, eike batista, empresas, justiça

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.