Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Economia

Para distribuidoras, leilão supriu grande parte da energia necessária

Agência Brasil

A Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee) considerou que o resultado do leilão de energia existente, realizado hoje (30), supriu parte significativa das necessidades de contratação de energia elétrica das associadas. Para a entidade, a contratação trará benefícios imediatos na mitigação dos gastos adicionais com aquisição de energia, para o ano de 2014. “Isso significa menos impacto nas tarifas no futuro”, diz a nota da entidade.

O leilão para compra de energia elétrica proveniente de empreendimentos de geração existente, realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), resultou na contratação de 2.046 megawatts (MW) médios de usinas hidrelétricas e termelétricas movidas a gás natural e biomassa. Com isso, as distribuidoras poderão reduzir a compra de energia no mercado livre, em que os preços são mais altos. A energia contratada pelas distribuidoras deverá ser fornecida pelas geradoras a partir de amanhã (1º) até 31 de dezembro de 2019.

A Abradee informou que vai continuar a dialogar com o governo para manter a adimplência no setor, a modicidade tarifária e as condições econômicas e financeiras para a execução dos planos de investimentos de expansão e melhoria da qualidade dos serviços prestados aos usuários.

O diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, considerou o leilão um sucesso e disse que o certame resolve o problema de exposição das distribuidoras ao mercado de energia. “A partir de maio é fato que teremos uma cobertura de 85% em relação aos 2.400 MW de exposição”.

Tags: aneel, contratação, economia, energia, Leilão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.