Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Setembro de 2014

Economia

El País: Espanha mantém a eliminação de empregos no primeiro trimestre de 2014

Jornal do Brasil

O jornal espanhol El País lançou uma matéria nesta terça-feira (29) informando que a Espanha continuou eliminando empregos no primeiro trimestre de 2014. A recuperação econômica não seria forte o suficiente a ponto de refletir nos postos de trabalho, que teriam continuado a cair em todas as comparações possíveis: trimestral, anual e dessazonalizada.

De acordo com a Pesquisa de População Ativa (EPA), o total de ocupados diminui em 184.600 pessoas no trimestre e em 79.600 em um ano. O número de pessoas trabalhando na Espanha seria 16.950.600, valor mais baixo desde 2002. O número de desempregados também caiu, mas isso seria justificado pela redução da polpulação ativa, não evitando que a taxa de desemprego subisse para 25,93%.

Segundo a reportagem, os números levam a crer que a queda no mercado de trabalho espanhol chegou ao fundo do poço. A partir de agora, é possível que o emprego comece a se recuperar paulatinamente. 

Por setores, o número de ocupados aumentou no trimestre na Agricultura em 31.800 pessoas, mas caiu em Serviços (-126.000), Construção (-48.200) e Indústria (-42.000). O emprego público aumentou em 11.000 pessoas, indo até 2.920.500, enquanto o setor privado diminuiu em 195.800 pessoas, situando-se em 14.030.100. Aumentou o número de residências com todos os seus moradores desempregados no primeiro trimestre do ano, alcançando 53.100, o que representa 2,7% a mais do que no trimestre anterior. 

Tags: crise, desemprego, Espanha, recessão, recuperação

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.