Jornal do Brasil

Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

Economia

Lucro líquido ajustado do Bradesco cresce no 1º trimestre

Agência IN

Nesta quinta-feira, 24, o Banco Bradesco anunciou que seu Lucro Líquido Ajustado do 1º trimestre de 2014 foi de R$ 3,473 bilhões (variação de 18,0% em relação ao Lucro Líquido Ajustado de R$ 2,943 bilhões no mesmo período de 2013), correspondendo a R$ 3,03 por ação, e rentabilidade de 20,5% sobre o Patrimônio Líquido Médio Ajustado.

 Com isso, o Lucro Líquido Ajustado é composto por R$ 2,433 bilhões provenientes das atividades financeiras, correspondendo a 70,0% do total, e por R$ 1,040 bilhão gerado pelas atividades de seguros, previdência e capitalização, representando 30,0% do total.

Por outro lado, a Carteira de Crédito Expandida, em março de 2014, atingiu R$ 432,297 bilhões, com evolução de 10,4% em relação ao mesmo período de 2013. As operações com pessoas físicas totalizaram R$ 132,652 bilhões (crescimento de 11,5% em relação a março de 2013), enquanto as operações com pessoas jurídicas atingiram R$ 299,645 bilhões (crescimento de 9,9% em relação a março de 2013).

Já a Margem Financeira de Juros atingiu R$ 10,951 bilhões, apresentando um crescimento de 4,2% em relação ao 1º trimestre de 2013. Entretanto, o Índice de Inadimplência superior a 90 dias recuou 0,6 p.p. nos últimos doze meses, e encerrou 31 de março de 2014 em 3,4% (4,0% em 31 de março de 2013).

Por fim, os impostos e contribuições, inclusive previdenciárias, pagos ou provisionados, somaram R$ 6,240 bilhões, sendo R$ 2,258 bilhões relativos aos tributos retidos e recolhidos de terceiros e R$ 3,982 bilhões apurados com base nas atividades desenvolvidas pela Organização Bradesco, equivalentes a 114,7% do Lucro Líquido Ajustado.

Tags: balanço, banco, bradesco, Lucro, patrimônio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.