Jornal do Brasil

Sábado, 30 de Agosto de 2014

Economia

Taxas de juros das operações de crédito registram décima alta consecutiva

Agência Brasil

As taxas de juros das operações de crédito para pessoa física e jurídica tiveram alta em março, segundo a Pesquisa de Juros da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac). De acordo com a entidade, essa foi a décima alta consecutiva.

Para pessoa física, a média geral dos juros cresceu 0,04 ponto percentual no mês (0,89 ponto percentual no ano), passando de 5,82% ao mês (97,16% ao ano) em fevereiro para 5,86% ao mês (98,05% ao ano) em março. Essa foi a maior taxa de juros desde agosto de 2012.

Entre as seis linhas de crédito pesquisadas, cinco apresentaram alta: a de juros do comércio, do cheque especial, do Crédito Direto ao Consumidor (CDC-Bancos), do financiamento de automóveis, do empréstimo pessoal de bancos e do empréstimo pessoal de financeiras. A taxa do cartão de crédito rotativo não teve alteração.

Para pessoa jurídica, a média na taxa de juros teve elevação de 0,03 ponto percentual no mês (0,52 ponto percentual em doze meses), passando de 3,32% ao mês (47,98% ao ano) em fevereiro para 3,35% ao mês (48,50% ao ano) em março de 2014. Essa também foi a maior taxa de juros desde agosto de 2012.

A entidade prevê que, nos próximos meses, as taxas de juros das operações de crédito terão novas altas. “As elevações podem ser atribuídas à expectativa de aumentos da taxa básica de luros (Selic), ao cenário econômico com tendência negativa e à expectativa de piora nos índices de inflação e de crescimento econômico”, diz Miguel de Oliveira, diretor executivo da Anefac.

Tags: Anefac, brasil, crédito, economia, Juros

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.