Jornal do Brasil

Domingo, 23 de Novembro de 2014

Economia

Custo da construção civil sobe 0,18 ponto percentual

Agência Brasil

Os custos da construção civil medidos pelo Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) fecharam o mês de março com alta de 0,62%, ficando 0,18 ponto percentual acima da taxa do mês de fevereiro, cuja alta foi de 0,44%. Em março de 2013 o índice havia ficado em 0,18%.

A inflação da construção civil é pesquisada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em parceria com a Caixa Econômica Federal e foi divulgado hoje (09). Com o resultado de março, o índice dos últimos doze meses (a taxa anualizada) passou a acumular alta de 1,52% no primeiro trimestre do ano, contra 1,10% de igual período de 2013.

Já o resultado acumulado nos últimos doze meses (a taxa anualizada) fechou março com alta de  0,94%, 0,43 ponto percentual abaixo do 0,51% registrado nos 12 meses imediatamente anteriores.

O IBGE esclareceu que a baixa variação acumulada na taxa anualizada deve-se “à desoneração da folha de pagamento de empresas do setor da construção civil prevista na Lei 12.844, sancionada em 19 de julho de 2013. Sem levar em conta a desoneração, o resultado acumulado no ano passa a ser 1,45% e a dos últimos doze meses 7,84%.

Os dados da pesquisa do IBGE indicam que o custo nacional da construção, por metro quadrado, que em fevereiro fechou em R$ 867,83, em março passou para R$ 873,20, sendo R$ 485,63 relativos aos materiais e R$ 387,57 à mão de obra.

Sem considerar a desoneração da folha de pagamento, o custo nacional da construção, por metro quadrado, fechou março em R$ 932,81, sendo R$ 485,89 relativos aos materiais e R$ 446,92 à mão de obra.

A parcela dos materiais apresentou variação de 1,09%, subindo 0,38 ponto percentual em relação ao mês anterior (0,71%), e a mão de obra registrou variação de 0,03%, caindo 0,08 ponto percentual em relação a fevereiro (0,11%). 

Tags: Civil, CONSTRUÇÃO, economia, IBGE, índice

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.