Jornal do Brasil

Sábado, 22 de Novembro de 2014

Economia

FMI disponibiliza até 13 bilhões de euros para evitar falência da Ucrânia

Agência Brasil

O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou hoje (27) que disponibilizou um plano de resgate à Ucrânia, até 13,1 bilhões de euros, para impedir que a crise com a Rússia leve o país à falência.

O fundo de assistência financeira – cujo valor oscilará entre 10,8 bilhões e 13,1 bilhões de euros – vai fazer parte de um pacote mais amplo, lançado por outros governos e agências, adiantou o chefe da missão do FMI para a Ucrânia, Nikolai Georgiyev. Em entrevista, ele acrescentou que, no total, o plano de ajuda deverá atingir 19,6 bilhões de euros nos próximos dois anos.

A Ucrânia vive uma das maiores crises políticas e militares desde o fim da Guerra Fria, após um referendo feito na Península da Crimeia e cujo resultado levou a Rússia a anexar o território.

Nessa quarta-feira (26), o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, garantiu que a comunidade internacional condena a violação da lei internacional por parte da Rússia, ao anexar a Crimeia. Ele alertou Moscou que se não diminuir o nível de tensão na área, o país terá que se defrontar com as consequências.

Tags: CONFLITO, crise, política, protesto, UCRÂNIA

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.