Jornal do Brasil

Terça-feira, 16 de Setembro de 2014

Economia

CMN autoriza linha de crédito de R$ 2,8 bilhões para Jogos Olímpicos

Agência Brasil

O Conselho Monetário Nacional (CMN) autorizou a criação de uma linha de crédito de R$ 2,8 bilhões para financiar obras de infraestrutura associadas aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Os financiamentos serão concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

De acordo com o Tesouro Nacional, as condições da linha de crédito, como juros e prazo de pagamento, serão definidas pelo BNDES. Em 2010, uma lei tinha autorizado a criação de financiamentos para eventos esportivos, mas, até agora, existia apenas uma linha para obras de mobilidade urbana para as cidades-sede da Copa do Mundo de 2014.

Na reunião de hoje (27), o CMN também autorizou que organismos internacionais que financiam projetos de desenvolvimento no país – como Banco Mundial, Banco Interamericano de Desenvolvimento e Corporação Financeira Internacional – captem recursos em moeda nacional para fazer empréstimos e investimentos no Brasil. A medida, segundo o Banco Central, vai estimular e simplificar a concessão de empréstimos e financiamentos por essas instituições.

Até agora, os organismos internacionais podiam captar recursos no país, mas tinham de repassar o dinheiro diretamente para o tomador do empréstimo, porque o dinheiro não podia ser depositado nas contas de tesouraria das instituições, que só podiam operar recursos trazidos de fora do país e convertidos em reais. Com a mudança, os bancos e organismos estrangeiros de fomento poderão movimentar dinheiro captado no país, desde que os recursos sejam emprestados para o setor privado ou investido em títulos privados brasileiros.

 

Tags: Conselho, economia, monetário, nacional, verbas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.