Jornal do Brasil

Sexta-feira, 25 de Julho de 2014

Economia

Vulnerabilidade da economia deve ser tema de audiência com presidente do BC

Jornal do Brasil

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, irá ao Senado nesta terça-feira (18) para falar sobre a situação da economia. Também terá de explicar denúncias sobre apropriação ilegal de cadernetas de poupança inativas por parte da Caixa Econômica Federal. A audiência, da Comissão de Assuntos Econômicos, está marcada para as 11h.

A visita é realizada de forma regular, geralmente a cada três meses. De acordo com o Regimento Interno do Senado, o presidente do Banco Central "participará de audiências públicas na CAE para discutir as diretrizes, implementação e perspectivas futuras da política monetária".

Economia vulnerável

A vulnerabilidade da economia brasileira é um tema a ser tratado pelos senadores durante a audiência. Eles devem discutir com Tombini avaliação recente do Federal Reserve (FED), o banco central americano, que classifica a economia brasileira como a segunda mais vulnerável de uma lista de 15 países emergentes, à frente apenas da Turquia.

A divulgação do relatório, em fevereiro, derrubou o Ibovespa, indicador de desempenho médio das ações negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo, e resultou na elevação da cotação do dólar. O tema provocou intensos debates na CAE e foi tema de pronunciamentos em plenário.

Além de falar sobre a política monetária, Tombini deve explicar denúncias sobre a apropriação, pela Caixa Econômica, do saldo de poupanças inativas. A denúncia, publicada pela revista IstoÉ, é de que o banco teria incorporado R$ 420 milhões do saldo de contas poupança de clientes com CPF irregular no lucro líquido do banco em 2012. O requerimento para que Tombini fale sobre as denúncias é do senador José Pimentel (PT-CE).

Agência Senado

Tags: Alexandre, comissão, depoimento, senado, tombini

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.