Jornal do Brasil

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Economia

Governo anuncia hoje medidas para o setor elétrico

Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, e o secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Marcio Zimmermann, anunciam hoje (13) medidas relacionadas com o setor elétrico. Também vão participar da entrevista o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino, o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, e o secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin. A coletiva será às 17h30, no auditório do Ministério da Fazenda. Mantega está reunido neste momento com a presidenta Dilma Rousseff.

O governo já repassou R$ 1,2 bilhão para as concessionárias de distribuição de energia elétrica, para neutralizar as despesas das empresas. Os recursos são uma antecipação do orçamento de R$ 9 bilhões, previsto para a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE). Ontem (12), Zimmermann disse que o valor antecipado para as distribuidoras será pago pelos consumidores em até cinco anos.

As distribuidoras de energia têm tido gastos maiores nos últimos meses por causa do aumento do uso de energia de termelétricas, que é mais cara. As termelétricas são mais usadas quando há menos água nos reservatórios das hidrelétricas, como está acontecendo neste momento. Além disso, por causa do insucesso na contratação de energia no leilão feto pelo governo no ano passado, as distribuidoras precisaram comprar energia no mercado de curto prazo, que custa mais caro, para abastecer os consumidores.

Representantes das distribuidoras de energia estiveram, desde a manhã desta quinta-feira, reunidos com integrantes do governo no Ministério de Minas e Energia. Parte das reuniões contou também com a presença de membros de órgãos do setor, como Eletrobras, Aneel e Câmara de Comercialização de Energia Elétrica.

Tags: coletiva, eletricidade, energia, MINAS, ministros

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.