Jornal do Brasil

Sábado, 26 de Julho de 2014

Economia

Emprego na construção brasileira cresce 1,19% em janeiro

Agência IN

O número de trabalhadores com carteira assinada na construção civil brasileira registrou alta de 1,19% em janeiro de 2014, em relação ao contingente empregado em dezembro de 2013, com a contratação de 41 mil pessoas, segundo pesquisa mensal do SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) com a FGV (Fundação Getulio Vargas). Em janeiro, o número de trabalhadores do setor passou de 3,449 milhões para 3,490 milhões.

Já em relação ao número registrado em janeiro de 2013, quando o setor empregava 3,433 milhões, o levantamento indica acréscimo de 1,66%. “Esperamos uma recuperação gradual das contratações de mão de obra no setor ao longo do primeiro semestre, ultrapassando o recorde de 3,571 milhões de empregados formais, alcançado em setembro do ano passado”, observou o presidente do SindusCon-SP, Sergio Watanabe.

No primeiro mês do ano, apenas a região Norte do país registrou redução de vagas.

Em janeiro, comparado a dezembro, no Estado de São Paulo, o saldo entre demissões e contratações nas empresas de construção civil ficou positivo em 15,9 mil trabalhadores, alta de 1,86%. Entre dezembro e janeiro, o número de trabalhadores do setor no Estado passou de 852,2 mil para 868 mil pessoas com carteira assinada.

Coincidentemente, em relação ao número registrado em janeiro de 2013, quando o setor empregava 852,2 milhões, o levantamento indica acréscimo semelhante, de 1,86%.

Tags: brasil, CONSTRUÇÃO, sinduscon, taxa, Trabalho

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.